Óscares 2021: Entre as 96 curtas-metragens qualificadas há 3 portuguesas

Elo-Alexandra-Ramires-2020-2

Terminou o período de submissão e de qualificação das curtas-metragens candidatas ao Óscar de Melhor Curta-metragem de animação, para os Óscares 2021, a realizarem-se a 25 de abril.

Ao todo são 96 filmes qualificados, dos quais três são de origem portuguesa: “Elo”, de Alexandra Ramires (Portugal, França), “Purpleboy”, de Alexandre Siqueira (Portugal, França), e “Altötting”, de Andreas Hykade (Alemanha, Canadá, Portugal).

A curta “Elo”, co-produzida pela portuguesa Bando à Parte, de Rodrigos Areias, e pela francesa Providences, já passou por diversos festivais de cinema como o Caminhos do Cinema Português, Cinanima, Curtas Vila do Conde, Toronto International Film Festival, Festival de Cinema de Chicago, Animatou – International Animation Film Festival, entre muitos outros.

O filme “Purpleboy” é também uma produção da Bando à Parte e já venceu vários prémios em festivais como o Curtas Vila do Conde, ANIMAGE International Animation Festival of Pernambuco, MONSTRA Lisbon Animated Film Festival e Cinanima.

“Altötting”, do realizador alemão Andreas Hykade, é co-produzida pela portuguesa CICLOPE FILMES, de Abi Feijó, e pela canadiense ONF/NFB, e a alemã STUDIO FILM BILDER. Foi premiada no Cinanima – International Animated Film Festival of Espinho e passou por festivais como o Caminhos do Cinema Português, Animafest – World Festival of Animated Films Zagreb e Annecy – International Animation Film Festival.

Destas 96 curtas-metragens apenas 5 serão seleccionadas para a nomeação da 93.ª edição dos Óscares da Academia Americana de Cinema. Os nomeados serão divulgados a 15 de março de 2021.

Skip to content