A organização da 44.ª edição do Festival Internacional de Cinema de Toronto (TIFF), no Canadá, um dos mais importantes festivais de cinema da América do Norte, anunciou novos filmes para as várias secções do festival, sendo que há cinco produções nacionais seleccionadas. O cinema português será representado pelos novos filmes dos realizadores Pedro Costa, Pedro Neves Marques, Maureen Fazendeiro e Tiago Guedes.

O TIFF, a decorrer de 5 a 15 de setembro, revelou a selecção oficial da secção de cinema internacional contemporâneo, que este ano conta com a representação de 48 países. Um dos seleccionados é “Made in Bangladesh”, da realizadora Rubaiyat Hossain, uma co-produção entre Bangladesh, Portugal, França e Dinamarca. A este juntam-se filmes como “Bacurau”, de ​Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, “Chicuarotes”, de Gael García Bernal, “Synonyms”, de Nadav Lapid.

Na secção Wavelengths, dedicada exclusivamente a filmes de vanguarda, vão ser apresentadas as curtas-metragens portuguesas “A Mordida” de Pedro Neves Marques, em estreia mundial, uma co-produção com o Brasil que foi também selecionado para o Festival de Nova Iorque, na secção Projections; e “Sol Negro” da franco-portuguesa Maureen Fazendeiro, em estreia internacional, produzido por O Som e a Fúria (Portugal) e Norte Productions (França). Este último é o primeiro filme da realizadora feito por inteiro em Portugal, e teve a sua estreia mundial na competição do Curtas Vila do Conde 2019.

Também na secção Wavelengths foi selecionado o novo filme do cineasta Pedro Costa, “Vitalina Varela”, que estreou hoje no Festival de Locarno. Se em “Cavalo Dinheiro” (2014) Ventura escreve uma carta de promessas que se ficaram por cumprir a Vitalina, em “Vitalina Varela” esta, cabo-verdiana de 55 anos, chega a Portugal três dias depois do funeral do marido. Há mais de 25 anos que Vitalina estava à espera do seu bilhete de avião. O filme foi também seleccionado para o Festival de Nova Iorque, que decorrerá de 27 de setembro a 13 de outubro, com a garantia de distribuição no circuito norte-americano no início de 2020, pela distribuidora independente Grasshopper Film.

Na mesma secção estará a mais recente longa-metragem do realizador espanhol Albert Serra, “Liberte”, numa co-produção da Rosa Filmes de Portugal, Espanha, França e Alemanha. A terceira obra de Albert Serra foi inteiramente filmada em Portugal, tendo a rodagem decorrido no Alentejo, no Verão de 2018, contando com participação de uma equipa nacional e internacional, composta por técnicos e atores portugueses, espanhóis, e franceses entre os quais se destaca Helmut Berger, o ator fetiche de Luchino Visconti. Serra volta a explorar a corte francesa num filme que conta com Francesc Daranas, Catalin Jugravu, Theodora Marcadé, Lluís Serrat, entre outros no elenco.

Todos estes filmes juntam-se a “Frankie”, de Ira Sachs, e a “A Herdade”, de Tiago Guedes, que já tinham sido anunciados a estarem presentes no Festival de Toronto.

O primeiro é uma co-produção portuguesa da produtora O Som e a Fúria, realizada por Ira Sachs e com direcção de fotografia de Rui Poças. “Frankie”, que teve a sua estreia no Festival de Cannes, conta com a participação da atriz Isabelle Huppert e Carloto Cotta, foi filmado em Portugal e passa-se na cidade de Sintra, acompanhando três gerações de uma família europeia.

O segundo tem co-produção da Leopardo Filmes e da Alfama Films, ambas do produtor Paulo Branco, e conta a “saga de uma família proprietária de um dos maiores latifúndios da Europa, na margem sul do rio Tejo, […] fazendo o retrato da vida histórica, política, social e financeira de Portugal, dos anos 40, atravessando a revolução do 25 de Abril e até aos dias de hoje”. O filme está na Selecção Oficial do Festival de Veneza e foi escolhido pela Academia Portuguesa de Cinema para ser o representante de Portugal na candidatura ao Prémio Goya de Melhor Filme Iberoamericano da Academia Espanhola. O filme reúne um elenco de luxo: João Pedro Mamede, Beatriz Brás, Rodrigo Tomás, Ana Vilela da Costa, João Vicente, Diogo Dória, Ana Bustorff, Teresa Madruga, Victoria Guerra, Filipe Vargas e Luís Garcia. “A Herdade” estreia a 19 de setembro nas salas de cinema nacionais e será posteriormente exibida em forma de mini-série de três episódios na RTP1.

Na secção Masters encontram-se os novos filmes de grandes cineastas como “A Hidden Life”, de Terrence Malick, “About Endlessness”, de Roy Andersson, “Sorry We Missed You”, de Ken Loach, “To the Ends of the Earth”, de Kiyoshi Kurosawa, “The Traitor”, de Marco Bellocchio, e “The Whistlers”, de Corneliu Porumboiu.

Contemporary World Cinema
37 Seconds, de ​Hikari
Adam, de ​Maryam Touzani
Arab Blues, de ​Manele Labidi
Atlantics, de ​Mati Diop
Atlantis, de ​Valentyn Vasyanovych
Bacurau, de ​Kleber Mendonça Filho, Juliano Dornelles
Balloon, de ​Pema Tseden
The Barefoot Emperor, de​ Jessica Woodworth, Peter Brosens
Beanpole, de ​Kantemir Balagov
Beneath the Blue Suburban Skies, de ​Edward Burns
Blow the Man Down, de ​Danielle Krudy, Bridget Savage Cole
Bombay Rose, de ​Gitanjali Rao
Chicuarotes, de Gael García Bernal
The Climb, de Michael Angelo Covino
Corpus Christi , de Jan Komasa
The County , de Grímur Hákonarson
Dogs Don’t Wear Pants, de J-P Valkeapää
The Father, de Petar Valchanov, Kristina Grozeva
Flatland, de Jenna Bass
A Girl Missing, de Koji Fukada
Hala, de Minhal Baig
Henry Glassie: Field Work, de Pat Collins
Incitement​, de Yaron Zilberman
Instinct, de Halina Reijn
The Invisible Life of Eurídice Gusmão, de Karim Aïnouz
Jallikattu​, de Lijo Jose Pellissery
Knuckle City​, de Jahmil X.T. Qubeka
La Llorona​, de Jayro Bustamante
Les Misérables, de Ladj Ly
The Long Walk​, de Mattie Do
Made in Bangladesh​, de Rubaiyat Hossain
Mariam​, de Sharipa Urazbayeva
Maria’s Paradise​, de Zaida Bergroth
Nobadi, de ​Karl Markovics
Our Lady of the Nile​, de Atiq Rahimi
The Perfect Candidate, de Haifaa Al-Mansour
Red Fields​, de ​Keren Yedaya
Resin​, de Daniel Joseph Borgman
So Long, My Son, de Wang Xiaoshuai
Spider, de ​Andrés Wood
A Sun, de ​Chung Mong-Hong
Synonyms, de Nadav Lapid
Terminal Sud, de Rabah Ameur-Zaïmeche
Three Summers​, de Sandra Kogut
Verdict , de Raymund Ribay Gutierrez
A White, White Day, de Hlynur Pálmason
The Wild Goose Lake, de Diao Yinan
You Will Die at 20, de ​Amjad Abu Alala

Special Presentations
A Herdade, de Tiago Guedes
Bad Education, de Cory Finley
Coming Home Again,  de Wayne Wang
Dolemite Is My Name, de Craig Brewer
Ema, de Pablo Larraín
Endings, Beginnings, de Drake Doremus
Frankie, de Ira Sachs
Greed, de Michael Winterbottom
Guest of Honour, de Atom Egoyan
Heroic Losers, de Sebastian Borensztein
Honey Boy, de Alma Har’el
Hope Gap, de William Nicholson
How to Build a Girl, de Coky Giedroyc
I Am Woman, de Unjoo Moon
Jojo Rabbit, de Taika Waititi
Judy, de Rupert Goold
Knives Out, de Rian Johnson
La Belle Époque, de Nicolas Bedos
Marriage Story, de Noah Baumbach
Military Wives, de Peter Cattaneo
Motherless Brooklyn, de Edward Norton
No.7 Cherry Lane, de Yonfan
Pain and Glory, de Pedro Almodóvar
Parasite, de Bong Joon-ho
Pelican Blood, de Katrin Gebbe
Portrait of a Lady on Fire, de Céline Sciamma
Saturday Fiction, de Lou Ye
The Friend, de Gabriela Cowperthwaite
The Laundromat, de Steven Soderbergh
The Lighthouse, de Robert Eggers
The Other Lamb, de Malgorzata Szumowska
The Painted Bird, de Václav Marhoul
The Personal History of David Copperfield, de Armando Iannucci
The Report, de Scott Z. Burns
The Two Popes, de Fernando Meirelles
Uncut Gems, de Benny Safdie, Josh Safdie
Weathering With You, de Makoto Shinkai
While at War, de Alejandro Amenábar
American Son, de Kenny Leon
Deerskin, de Quentin Dupieux
Dirt Music, de Gregor Jordan
The Elder One, de Geetu Mohandas
Guns Akimbo, de Jason Lei Howden
Human Capital, de Marc Meyers
Jungleland, de Max Winkler
Lucy in the Sky, de Noah Hawley
Lyrebird, de Dan Friedkin
Mosul, de Matthew Michael Carnahan
Seberg, de Benedict Andrews
Sibyl, de Justine Triet
SYNCHRONIC, de Aaron Moorhead, Justin Benson
The Truth, de Hirokazu Kore-eda
Wasp Network, de Olivier Assayas
Waves, de Trey Edward Shults

Masters
A Hidden Life, de Terrence Malick
About Endlessness, de Roy Andersson
Devil Between the Legs, de Arturo Ripstein
I Was at Home, But…, de Angela Schanelec
It Must Be Heaven, de Elia Suleiman
Jordan River Anderson, The Messenger, de Alanis Obomsawin
Sorry We Missed You, de Ken Loach
To the Ends of the Earth, de Kiyoshi Kurosawa
The Traitor, de Marco Bellocchio
The Whistlers, de Corneliu Porumboiu
Zombi Child, de Bertrand Bonello

Wavelengths
143 Sahara Street, de Hassen Ferhani
Endless Night, de Eloy Enciso
The Fever, de Maya Da-Rin
Fire Will Come, de Oliver Laxe
Heimat is A Space in Time, de Thomas Heise
Krabi, 2562, de Anocha Suwichakornpong, Ben Rivers
Liberté , de Albert Serra
State Funeral , de Sergei Loznitsa
Un Film Dramatique, de Éric Baudelaire
Vitalina Varela, de Pedro Costa