A edição de aniversário dos vinte e cinto anos do Vilnius Film Festival decorreu online entre 19 de março e 2 de abril, devido à pandemia do coronavírus e o prémio mais antecipado da noite, o de Melhor Filme, foi atribuído a Catarina Vasconcelos por “A Metamorfose dos Pássaros”, que já tinha estreado no início deste ano na Berlinale.

“É com grande felicidade que recebo a notícia do prémio para melhor filme em Vilnius. Este momento tão único que vivemos e que está a trazer tantas dificuldades a tantos setores, entre os quais o nosso setor da cultura, fez com que os festivais e os filmes que estão agora a estrear tivessem de encontrar novas formas para se realizarem. Não sendo o visionamento online a forma para a qual os filmes foram feitos, creio que foi a forma encontrada para que em Vilnius se pudesse continuar a realizar o festival. O cinema é uma celebração e embora estes tempos não sejam de celebração, creio que é importante que os filmes e os festivais nos continuem a lembrar disso. E que daqui a uns tempos possamos todos voltar às salas de cinema”, disse a realizadora portuguesa aquando da receção do galardão.

Eis a lista completa dos vencedores:

Melhor Filme
“A Metamorfose dos Pássaros”, de Catarina Vasconcelos (Portugal)

Cineuropa Prize
“Nova Lituania”, de Karolis Kaupinis (Lituânia)

Melhor Realizador
Fyzal Boulifa, por “Lynn + Lucy” (Reino Unido/França)

Melhor Atriz
Roxanne Scrimshaw e Nichola Burley, por “Lynn + Lucy” (Reino Unido/França)

Melhor Ator
Jérémie Laheurte, Djanis Bouzyani e Anthony Bajon, por “You Deserve a Lover” (França)

Melhor Curta-Metragem
“Journey Through a Body”, de Camille Degeye (França)

Escolha do Público para Melhor Filme
“Corpus Christi”, de Jan Komasa (Polónia)

Menção Honrosa
Inflorescence”, de Nicolaas Schmidt (Alemanha)