Foi hoje confirmado pela organização da 72.ª edição do Festival de Cannes, que irá acontecer de 14 a 25 de maio de 2019, a estreia de “Era Uma Vez em… Hollywood” (“Once Upon A Time in Hollywood”), de Quentin Tarantino, e “Mektoub, My Love: Intermezzo”, de Abdellatif Kechiche, ambos na Selecção Oficial.

“Estávamos com medo de que o filme não estivesse pronto, já que não estaria pronto até o final de julho, mas Quentin Tarantino, que não saiu da sala de edição durante quatro meses, é realmente uma criança, leal e pontual de Cannes! Assim como “Inglourious Basterds”, ele estará definitivamente no festival, 25 anos depois da Palma de Ouro para “Pulp Fiction” – com um filme terminado a ser exibido em 35mm e com um elenco de luxo (Leonardo DiCaprio, Margot Robbie, Brad Pitt). O seu filme é uma carta de amor à Hollywood da sua infância, uma turnê de rock de 1969 e uma ode ao cinema como um todo.”

“Além de agradecer a Quentin Tarantino e à sua equipa, por passarem dias e noites na sala de edição, o Festival quer agradecer especialmente à equipa da Sony Pictures, que tornou tudo isso possível.”, lê-se no comunicado do Festival de Cannes.

Numa entrevista recente dada ao Screen Daily, por Thierry Frémaux, diretor geral do Festival de Cinema de Cannes, este afirmava ter visto grande parte do filme e sabia que ia ser difícil para Tarantino terminar o filme a tempo. “Está programado para estrear em julho. Estará pronto com dois meses de antecedência? Ele quer vir a Cannes, o estúdio quer que ele venha a Cannes. Eu adoraria que ele viesse e eu sei que ele está a trabalhar muito, mas eu não sei, ele não sabe e o estúdio não sabe.”. Mas hoje foi confirmada a sua integração na selecção oficial.

O argumento de “Era Uma Vez em… Hollywood”, que levou cinco anos a escrever, é ambientado em 1969, em Los Angeles. DiCaprio dá vida a Rick Dalton, uma estrela do western televisivo que encontra muitas complicações para fazer a transição para o cinema. Por sua vez, Brad Pitt é Cliff Booth, duplo de Dalton e o seu melhor amigo. Brad Pitt, Leonardo DiCaprio, Margot Robbie, Luke Perry (falecido a 4 de março de 2019), Timothy Olyphant, Dakota Fanning, Al Pacino, Tim Roth, Emile Hirsch e Kurt Russell integram o elenco. “Era Uma Vez em… Hollywood”, que terá custado cerca de cem milhões de dólares, é um dos filmes mais aguardados de 2019, que deverá estrear nas salas de cinema portuguesas a 8 de agosto.

O segundo filme a juntar-se à conquista da Palma de Ouro é o novo filme do realizador franco-tunisiano Abdellatif Kechiche, “Mektoub, My Love: Intermezzo”. Seis anos depois de vencer a Palma de Ouro por “A Vida de Adèle” (2013), o realizador regressa a Cannes com um novo trabalho. “Eu vi o filme na quinta-feira passada, enquanto estava a ser editado (…) Mas vai ser concluído e o realizador diz que serão quatro horas de duração. E exibido no final do Festival para que o DCP tenha tempo de chegar lá. (…) A base para esta narrativa da saga e retrato extraordinário da juventude francesa nos anos 90 foi colocada em seu Canto Uno, e será um prazer ver seu elenco novamente.”, afirmou Thierry Frémaux. Este filme surge na sequência de “Mektoub, Meu Amor: Canto Primeiro” (2017), estreado no Festival de Veneza.

Tarantino e Kechiche juntam-se assim a realizadores como Jim Jarmusch, Pedro Almodóvar, Terrence Malick, Xavier Dolan, os irmãos Dardenne, Ken Loach, Kleber Mendonça Filho Corneliu Porumboiu, entre outros.