a-voz-humana-almodovar-2020

Cinema Trindade reabre com 10 antestreias

O Cinema Trindade, no Porto, é mais uma das salas de cinema a confirmar a sua reabertura para o dia 19 de abril. A sala independente mais importante do Porto anunciou um programa forte para a reabertura de portas, resgatando uma parte significativa da programação prevista para celebrar o quarto aniversário no passado mês de fevereiro.

Numa primeira fase, entre 19 e 30 de abril, será dada primazia ao programa EXPECTATIVA 21, um módulo constituído por 10 filmes, essencialmente antestreias que vão marcar o ano cinematográfico, dais quais algumas são estreias absolutas em Portugal.

Sob o lema “vamos (vi)ver os filmes”, no dia 19 de abril será possível ver as estreias de “Undine” e “Nomadland – Sobreviver na América”, o grande favorito aos Óscares 2021, e ainda dois filmes do ciclo Wong Kar-wai (“Felizes Juntos” e “2046”), que tinha sido interrompido em janeiro devido ao encerramento das salas de cinema.

A segunda fase, a partir do 3 de maio, será realizado o SOL DE MAIO, um foco sobre cinema argentino contemporâneo, a decorrer ao longo do mês de maio e composto por oito filmes que tiveram uma impressionante presença no circuito internacional de festivais de cinema. “Este panorama, estará intimamente ligado a uma operação, a acontecer em julho, que reúne estreias comerciais de filmes argentinos, através de lançamentos com uma cadência semanal.”

EXPECTATIVA 21 (19-30 abril)
19 abril – Mais uma Rodada, de Thomas Vinterberg
20 abril – Marighella, de Wagner Moura
21 abril – Caros Camaradas!, de Andrei Konchalovsky
22 abril – Quo Vadis, Aida?, de Jasmila Zbanic
23 abril – A Voz Humana, de Pedro Almodóvar
26 abril – Na Penumbra, de Sharunas Bartas
27 abril – The Man Who Sold His Skin, de Kaouther Ben Hania
28 abril – In Between Dying, de Hilal Baydarov
29 abril – Kitoboy: O Salto do Baleeiro, de Philipp Yuryev
30 abril – Higiene Social, de Denis Côté

SOL DE MAIO: CICLO DE CINEMA ARGENTINO (maio)
Rojo, de Benjamin Naishtat
Dos Disparos, de Martín Rejtman
Shakti, de Martín Rejtman
El Silencio es um Cuerpo Que Cae, de Agustina Comedi
Playback, de Agustina Comedi
Si Yo Fuera El Invierno Mismo, de Jazmín Lopez
Ficción Privada, de Andrés Di Tella
O Auge do Humano, de Eduardo Williams

Fonte: Cinema Trindade

Skip to content