Keir Dullea played astronaut David Bowman in Stanley Kubrick's 1968 film, 2001: A Space Odyssey.

Cópia restaurada de “2001: Odisseia no Espaço” é exibida hoje no Espaço Nimas

Este mês a Medeia Filmes está a repor em sala algumas obras-primas em cópias restauradas de dois nomes imperdíveis do cinema: Stanley Kubrick e Roman Polanski.

Hoje, dia 12 de fevereiro, é exibida, numa sessão especial com projeção 4K, às 21h30, no Espaço Nimas, o clássico “2001: Odisseia no Espaço” (1968), de Stanley Kubrick, considerado o melhor filme de ficção científica de sempre, o verdadeiro “messias” deste género.

Apesar de não ter sido muito bem aceite pela crítica na altura da sua estreia, um mês depois o público jovem acolheu com entusiasmo o filme. “Danúbio Azul”, de Johann Strauss, ficou imortalizada neste filme, com as belíssimas imagens do espaço. Kubrick criou uma obra única que mudaria por completo o cinema e o género de ficção científica.

“O filme parte de contos do coargumentista, Arthur C. Clark, e recorre à sua temática da viagem ao espaço expondo questões existenciais acerca da evolução humana, do desenvolvimento tecnológico e da possibilidade de criar inteligência artificial. Um filme tecnicamente inovador para o seu ano (1968) e cientificamente rigoroso, a não perder.”

No dia 17 de fevereiro, o Espaço Nimas exibe “Rosemary’s Baby – A Semente do Diabo” (1968), de Roman Polanski, pelas 22h00. “Aquilo que Polanski percebeu […] é que dentro dos géneros “menores”, mais do que em qualquer outro lado, o virtuosismo é necessário.” – Pascal Kané, Cahiers du Cinéma.

No dia 19 deste mês, será exibido “Laranja Mecânica” (1971), de Stanley Kubrick, pelas 21h45.