Criterion lança obra completa de Agnès Varda

A coleção cinematográfica da cineasta Agnès Varda, impulsionadora do movimento Nouvelle Vague vai ser editada pela Criterion Collection.

Agnès Varda, realizadora, escritora e atriz belga faleceu o ano passado aos 90 anos, deixando um tesouro cinematográfico sem paridade.

Apreciada, reconhecida e amada um pouco por todo o universo da sétima arte, Varda pintou uma parte importante do cinema francês, oferecendo cerca de 50 obras, entre as quais “2 Horas na Vida de uma Mulher” (1961), “Mur Murs” (1981),  Sem Eira Nem Beira”(1985) e “Olhares e Lugares” (2017).

Várias vezes nomeada e premiada com distintos galardões durante a sua carreira, Agnès Varda concentrava grande parte do seu trabalho no cinema documental e em obras ligadas ao feminismo. A realizadora chegou mesmo a marcar presença na 10.ª edição da Festa do Cinema Francês.

Assim, em forma de homenagear um grande nome do cinema francês, a Criterion irá lançar, a partir de dia 11 de agosto de 2020, uma coleção sublime que “coloca a filmografia de Varda em paralelo com o seu trabalho como fotógrafa e artista multimédia”. Esta compilação da carreira da artista possui ainda 22 filmes que recuperam a memória da impressionante mulher, artista, realizadora, escritora e atriz Agnès Varda.

Lista de Filmes:

“Varda por Agnès” (2019)

“La Pointe-Courte” (1955)

“Duas Horas na Vida de uma Mulher” (1962)

“Daguerréotypes” (1975)

“A Felicidade” (1965)

“Páginas Íntimas” (1966)

“Oncle Yanco” (1968)

“Black Panthers” (1970)

“Lions Love” (1969)

“Mur Murs” (1981)

“Documenteur” (1981)

“L’une chante l’autre pas” (1977)

“Sem Eira nem Beira” (1985)

“Jane B. par Agnès V.” (1988)

“Kung-Fu Master!” (1988)

“Jaquot de Nantes” (1991)

“Les cent et une nuits de Simon Cinéma” (1995)

“Os Respigadores e a Respigadora” (2000)

“Les glaneurs et la glaneuse… deux ans après” (2002)

“Olhares Lugares” (2007)

“Agnès de ci de là Varda” (2011)

“As Praias de Agnès” (2008)