Festival de Veneza 2021: Madres Paralelas com cinco minutos de ovação

A 78.˚ edição do Festival Internacional de Veneza realiza-se entre 1 e 11 de Setembro e, trinta e oito anos depois da primeira presença de Almodóvar no Festival, na secção Mezzogiorno Mezzanotte com “Negros Hábitos” (“Entre Tinieblas”), irá contar na abertura com a exibição do seu mais recente filme “Madres Paralelas”, também um dos nomeados para vencer o Leão de Ouro.

A sessão de abertura destacou-se, no dia 1 de Setembro, pela apresentação do filme “Madres Paralelas” do realizador espanhol, Pedro Almodóvar, e que recebeu uma ovação de pé durante cinco minutos.

 O júri de Veneza deste ano – liderado pelo presidente Bong Joon Ho e que inclui Cynthia Erivo e Chloé Zhao – juntou-se aos aplausos, assim como o presidente da Itália Sergio Mattarella, cuja entrada pouco depois das 19h00, horário da Itália, foi aplaudida de pé.

Em “Madres Paralelas”, a oitava colaboração de Almodóvar com Penélope Cruz, a actriz espanhola interpreta Janis, uma fotógrafa de moda de sucesso que vê-se diante de um dilema moral ao tornar-se mãe. No estilo Almodóvar, há muitas reviravoltas na trama do enredo, que já recebeu variadas críticas de Veneza.

O 78º Festival de Cinema de Veneza anual arrancou com algumas alterações, tendo já estabelecido-se como o maior encontro de cinema do mundo, em 2020, durante os primeiros dias da pandemia COVID-19. Neste ano, o festival continuou a obedecer a regras rígidas, inclusive a exigência do certificado de vacinação dos participantes, e preenchendo apenas todas as vagas nas projeções, para permitir o distanciamento social.  Tais regras, claramente, causaram uma queda pelos ingressos para a estreia de “ Madres Paralelas” (2021).

O filme tem estreia marcada nos cinemas para o final do ano.

Skip to content