A Netflix e o Instituto do Cinema e do Audiovisual (ICA) lançaram um concurso para argumentistas, de forma a “impulsionar a produção audiovisual portuguesa”.

A iniciativa do concurso de escrita e desenvolvimento de argumento destina-se à atribuição de apoio financeiro a projetos singulares de séries de ficção ou documentário, em fase de escrita e desenvolvimento. As candidaturas decorrem até 1 de junho. Depois, um painel de jurados, composto por especialistas do setor, avaliará as dez melhores propostas até 30 de julho de 2020.

O júri do concurso, composto por Isabel Lucas, Jorge Paixão da Costa, Luís Proença, Possidónio Cachapa e Verónica Fernandéz, vai avaliar a qualidade dos projetos apresentados tendo em conta “a qualidade da ideia principal do argumento e a qualidade do desenvolvimento da escrita do referido argumento”.

Para Nuno Artur Silva, Secretário de Estado do Cinema, Audiovisual e Media “esta é uma iniciativa especialmente relevante que, por via da escrita de argumento e do desenvolvimento de ideias por autores portugueses, representa um importante passo para a consolidação da ficção audiovisual e do documentário no nosso país”.

Por seu lado, Diego Ávalos, vice-presidente da área de conteúdos originais da Netflix, declarou que a Netflix “está muito satisfeita por poder colaborar com o Instituto do Cinema e do Audiovisual numa iniciativa que visa apoiar e estimular o grande talento da comunidade criativa portuguesa. Acreditamos firmemente que grandes histórias estão para chegar e podem seguir para qualquer lugar e estamos confiantes de que este concurso abrirá novas janelas de inspiração e oportunidades para os criadores”.

O regulamento pode ser consultado aqui.