O maior festival de cinema online do mundo chega a Portugal através da plataforma FILMIN. Chama-se Atlàntida Film Fest e nasceu em Espanha, em 2010, com a intenção de mostrar ao público as mais interessantes produções internacionais que não tiveram estreia nos cinemas e dar, assim, uma maior importância à fruição online de conteúdos cinematográficos inéditos. Em 8 anos, o Atlàntida Film Fest tornou-se o festival online com o maior número de acessos do mundo (150.000 visualizações no ano passado) e em 2015 foi eleito o melhor festival de cinema da Espanha pelo Ministério da Cultura.

De 22 de outubro a 22 de novembro, o Atlàntida Film Fest vai estar disponível para o público português através da Filmin Portugal, a primeira plataforma online dedicada ao cinema independente e de autor. A primeira edição em Portugal conta com 13 filmes inéditos, provenientes dos principais festivais internacionais, que vão estar disponíveis gratuitamente durante um mês para todos os subscritores de Filmin. Todos os filmes são legendados em português e cada pessoa poderá votar no seu filme favorito.

Entre os principais destaques desta edição, a organização salienta a ante-estreia nacional de “Holiday”, o controverso filme de Isabella Eklöf sobre a relação entre a protagonista Sasha e o seu perigoso sugar daddy, “Les Garçons Sauvages”, de Bertrand Mandico, um surreal e subversivo tratado sobre a violência da educação apresentado na Semana da Crítica do Festival de Veneza e no IndieLisboa e “Sami Blood”, de Amanda Kernell, vencedor do premio Lux 2017 sobre os fenómenos de racismo contra a comunidade da Lapônia da Suécia.

A Filmin é uma plataforma VoD portuguesa de cinema independente. A Filmin está também disponível em Espanha e no México através da FilminLatino, uma plataforma criada em colaboração com o IMCINE (Instituto Mexicano de Cinema). A Filmin nasceu de uma iniciativa de colaboração e diálogo entre os operadores cinematográficos portugueses (distribuidores e produtores), críticos, festivais e instituições culturais nacionais e internacionais. A Filmin está disponível em Portugal desde 2016 com mais de 800 filmes em catálogo.

Programa
Holiday, de Isabella Eklöf, Dinamarca, 2018, 90’
Les Garçons Sauvages, de Bertrand Mandico, França 2017, 110’
Sami Blood, de Amanda Kernell, Suécia, 2016, 115’
The Saint Bernard Syndicate, de Mads Brügger, Dinamarca, 2018, 100’
Blue My Mind, de Lisa Brühlmann, Suiça, 2017, 97’
L’Ordine Delle Cose, de Andrea Segre, Itália, 2017, 112’
Belinda, de Marie Dumora, França, 2017, 107’
I am a Killer, de Maciej Pieprzyca, Polónia, 2016, 117’
Amateurs, de Gabriela Pichler, Suécia, 2018, 102’
Hunting Flies, de Izer Aliu, Noruega, 2017, 106’
Heavy Trip, de Juuso Laatio, Jukka Vidgren, Finlândia, 2018, 92’
Samantha Hudson, de Joan Porcel, Espanha, 2018, 60’
Banksters, de Marc Roche, Jérôme Fritel, França, 2018, 87’