Walt-Disney-Animation-Studio-Company-1

Os efeitos do coronavírus na Disney

Os efeitos da pandemia do coronavírus (Covid-19) têm afetado a indústria do entretenimento em todo o mundo, pelo que até mesmo a poderosa empresa do rato Mickey, a Walt Disney Company, sofre efeitos laterais deste vírus.

Várias estreias da Walt Disney estão a ser canceladas e adiadas, como, por exemplo, o remake live action “Mulan” (agendada para 26 de março), “Os Novos Mutantes” (agendada para 2 de abril) e “Antlers” (agendada para 17 de abril). Resta saber o que o estúdio vai fazer com “Viúva Negra”, com Scarlett Johansson, um spin-off de “Avengers” que deve ser lançado no dia 1 de maio.

A Disney anunciou hoje que vai encerrar já este fim de semana os seus parques temáticos e os seus navios cruzeiros como resposta ao coronavírus. É a primeira vez que a Disney fecha a Disneyland na Califórnia e a Disney World na Flórida desde os ataques do 11 de setembro.

“Mulan” (2020)

Foi também cancelado o evento de apresentação da Disney+ (Disney Plus) na Europa, previsto para durar dois dias no Reino Unido, promovendo agora a plataforma de streaming nas suas redes sociais. A Disney Plus chega ao Reino Unido, Irlanda, França, Espanha, Itália e Alemanha a 24 de março. Os outros mercados da Europa Ocidental, incluindo Bélgica, Países Nórdicos e Portugal, recebem o serviço no verão de 2020.

A Disney anunciou esta sexta-feira (13 de março) que interrompeu algumas filmagens das suas produções, como as filmagens da versão live action de “A Pequena Sereia”, de Rob Marshall, em Londres.

Entre os outros estão “The Last Duel”, o drama de ação medieval de Ridley Scott para o 20th Century Studios, protagonizado por Ben Affleck, Matt Damon e Jody Comer. As filmagens começaram em França e estavam programadas continuar na Irlanda, com estreia prevista para dezembro deste ano.

Também foi cancelado o projecto da Disney+ “Home Alone”, “Nightmare Alley”, de Guillermo del Toro, “Peter Pan & Wendy” e “Shrunk”, ambos em pré-produção.

“Embora não haja casos confirmados de COVID-19 nas nossas produções, depois de considerar o ambiente atual e os melhores interesses de nosso elenco e equipa, tomámos a decisão de interromper a produção de alguns dos nossos filmes de imagem real por um breve período”, disse um porta-voz da Disney.