Os melhores filmes de 2011, segundo o Ípsilon

Os críticos do Ípsilon apresentaram recentemente os seus melhores filmes de 2011. A lista apresentada contem dois filmes portugueses, “Sangue do Meu Sangue” de João Canijo, que foi visto por mais de vinte mil espectadores, assumindo-se como o filme português mais visto do ano e “48”, um documentário de Susana Sousa Dias que ocupa o terceiro lugar dos documentários portugueses mais vistos do ano, com apenas três mil espectadores. Os filmes que o Ípsilon escolheu são maioritariamente europeus e asiáticos, todos representam o cinema independente. Apesar de ser uma boa lista, não será do agrado da maioria pois muitos destes filmes estiveram pouco tempo em exibição nas salas portuguesas.

 

1. Sangue do Meu Sangue de João Canijo
2. O Tio Boonmee Que se Lembra das Suas Vidas Anteriores de Apichatpong Weerasethakul
3. A Autobiografia de Nicolae Ceausescu de Andrei Ujica
4. Aurora de Cristi Puiu
5. 48 de Susana Sousa Dias
6. Filme Socialismo de Jean-Luc Godard
7. As Quatro Voltas de Michelangelo Frammartino
Inquietos de Gus Van Sant
Road to Nowhere – Sem Destino de Monte Hellman
10. Essential Killing – Matar para Viver de Jerzy Skolimowski
Pina de Wim Wenders