Pulp Fiction”, de Quentin Tarantino, é um marco na história do cinema, e rumores como sequelas são inevitáveis, contudo o realizador do filme vencedor da Palme de Ouro em 1994 admitiu a existência de uma prequela chamada Double V Vega.

Esta revelação aconteceu numa recente entrevista ao Cinema Blend, onde Tarantino esclarece algumas das ideias que nunca viram a luz do dia. A única coisa que eu sabia era a premissa, admitiu o cineasta, acrescentando queteria acontecido em Amesterdão, durante o período em que Vincent (John Travolta) esteve . Ele estava a gerir um clube para Marsellus Wallace em Amesterdão, onde esteve por alguns anos. A certa altura, durante os dois anos que passou a gerir o clube, Vic Vega (Michael Madsen, de “Cães Danados”) aparece para visitá-lo, e este seria o fimdesemana dos dois. Exatamente o que aconteceu com eles ou em que problema eles se meteram, nunca fui tão longe.

“Pulp Fiction” marca o fim da parceria Tarantino-Travolta, enquanto que a sinergia com Michael Madsen viria ainda a culminar em Kill Bill (2003) e emOs Oito Odiados (2015). Tendo em conta que a idade passou pelos actores, seria complicado avançar com a prequela com os mesmos personagens da narrativa de “Pulp Fiction”. Contudo, muita gente acha “necessário” colmatar alguns pormenores da famosa obra de 1994. Durante a cena em que Vicent e Jules (Samuel L. Jackson) estão no carro, os assassinos têm uma discussão sobre o recente tempo de Vic na Europa. Vicent conta a Jules que em terras europeias o batido do McDonalds com queijo chama-se “royale com queijo”.

Outro rumor associado a Tarantino é o de um terceiro filme da saga “Kill Bill”, que segundo a Indiewire, o realizador confirmou à MTV estar em conversas com Uma Thruman sobre o potencial projecto.

A mais curto prazo, o cineasta vai voltar ao grande ecrã com Era Uma Vez em Hollywood”, que tem a sua estreia nas salas de cinema portuguesas marcada para dia oito de agosto de 2019.