O Festival de Toronto (mais conhecido por TIFF) sempre foi um festival de cinema de segunda categoria. Funciona como uma reunião dos melhores filmes que estrearam nos meses anteriores em Cannes, Veneza e Telluride, mas nunca como um palco de grandes estreias. Tudo mudou em Fevereiro de 2019, quando “Green Book – Um Guia Para a Vida” venceu o Óscar de Melhor Filme de 2018.

A 44.ª edição do TIFF, que decorreu de 5 a 15 de Setembro de 2019, foi pela primeira vez uma verdadeira plataforma de lançamento. Muitos foram os filmes que este ano escolheram ter a sua estreia mundial em Toronto, na esperança de terem sucesso na próxima cerimónia dos Óscares (9 de Fevereiro de 2020). Várias estrelas de cinema compareceram ao festival, incluindo Nicole Kidman, Leonardo DiCaprio, Lucas Hedges, Natalie Portman, Meryl Streep e Isabelle Huppert.

1. “Jojo Rabbit”, de Taika Waititi

O novo filme do neozelandês Taika Waititi – realizador de “Thor: Ragnarok” (2017) e “Hunt for the Wilderpeople” (2016) – é uma comédia sobre um menino alemão que tem como amigo imaginário Adolf Hitler numa versão satírica. O filme foi o grande vencedor do Prémio do Público, a distinção máxima do TIFF. Esta vitória, que foi algo surpreendente dado que o filme dividiu muito a crítica, coloca “Jojo Rabbit” na frente da corrida ao Óscar de Melhor Filme. Também muito prováveis são as nomeações para Argumento Adaptado, Actriz Secundária (Scarlett Johansson) e Actor Secundário (o próprio Taika Waititi no papel de Hitler).

Estreia em Portugal: 6 Fevereiro 2020.

2. “A Beautiful Day in the Neighborhood”, de Marielle Heller

Marielle Heller deu nas vistas dos membros da Academia com o seu filme anterior, “Can You Ever Forgive Me?” (2018), nomeado para três Óscares. Tudo indica que será novamente reconhecida graças ao seu novo filme. “A Beautiful Day in the Neighborhood” narra a história de um jornalista que é encarregue de escrever um artigo sobre o apresentador de televisão Fred Rogers, interpretado por Tom Hanks. Rogers era uma pessoa muito querida nos E.U.A. e, por isso, também na Academia de Hollywood. O filme por certo competirá com “Jojo Rabbit” nas mesmas categorias: Filme, Argumento Adaptado e Actor Secundário (Hanks).

Estreia em Portugal: 6 Fevereiro 2020.

3. “Hustlers – Ousadas e Golpistas”, de Lorene Scafaria

A grande surpresa da 44.ª edição do TIFF foi “Hustlers – Ousadas e Golpistas”. O filme, sobre um grupo de strippers de Nova Iorque que rouba directores executivos e correctores de bolsa que frequentam o clube onde trabalham, foi aclamado pelo público e pela crítica. A excelente recepção aponta para um sucesso em bilheteira, que poder-se-á converter em sucesso junto da Academia. Nomeações para Melhor Filme ou Argumento são hipóteses remotas,  mas há uma categoria em que o filme será certamente nomeado: Melhor Actriz Secundária para Jennifer Lopez, no papel de stripper veterana. Pouco nos admiraremos se a “Jenny from the block” vencer a estatueta.

Estreia em Portugal: 26 Setembro 2019.

4. “Knives Out”, de Rian Johnson

O título mais bem recebido pela crítica em Toronto foi o novo filme de Rian Johnson, realizador de “Star Wars: Episódio VIII – Os Últimos Jedi” (2017). “Knives Out” é a definição de “um elenco de luxo: Daniel Craig, Chris Evans, Ana de Armas, Jamie Lee Curtis, Toni Collette, Don Johnson, Michael Shannon, Lakeith Stanfield, Katherine Langford e Christopher Plummer. No seguimento da morte do patriarca da família Thrombrey (Plummer), o filme acompanha a investigação conduzida pelo detective Benoit Blanc (Craig). A Academia poderá não apreciar um policial que opta pela comédia, em vez do clássico thriller à la Agatha Christie. A nossa aposta é que, no melhor dos casos, “Knives Out” surpreenda com nomeações para Filme ou Argumento Original.

Estreia em Portugal: 28 Novembro 2019.

5. “Just Mercy”, de Destin Daniel Cretton

O realizador de “Temporário 12” (2013) e “O Castelo de Vidro” (2017) tem novo filme. “Just Mercy” conta a história verídica do advogado Bryan Stevenson (Michael B. Jordan) que aceita o caso de Walter McMillian (Jamie Foxx), um homem negro condenado pelo assassinato de uma mulher branca. O filme foi bem recebido e os elogios à interpretação de Foxx foram muitos. Dado o carácter verídico da narrativa, o filme está muito bem posicionado para nomeações aos Óscares nas categorias de Actor Secundário e Argumento Adaptado.

Estreia em Portugal: 16 Janeiro 2020.

6. “Harriet”, de Kasi Lemmons

“Harriet” é um filme biográfico sobre Harriet Tubman, a norte-americana nascida escrava que conseguiu escapar e dedicou a vida a resgatar outros escravos. “Harriet” é um bom exemplo dos chamados “veículos”. Na indústria do cinema, um filme-veículo é um filme concebido com o único propósito de a) exibir o grande talento de um actor/actriz, ou b) tirar proveito da fama de uma estrela. “O Meu Nome é Alice (2014) com Julianne Moore ou “A Mulher” (2017) com Glenn Close são exemplos do primeiro caso, enquanto “X-Men: Fénix Negra(2019) com Sophie Turner é um exemplo do segundo.

“Harriet” encaixa em ambos os casos: expõe o talento de Cynthia Erivo, um grande nome na Broadway, e capitaliza na sua recém-adquirida fama no cinema (depois dos filmes de 2018 “Viúvas” e “Sete Estranhos no El Royale”). Tudo isto para dizer que “Harriet”, se nomeado aos Óscares, será para Melhor Actriz.

Ainda sem data de estreia em Portugal.