Lançada no dia 24 de dezembro de 2018, a campanha de angariação de 350 mil euros para que Miguel Gonçalves Mendes possa terminar o filme “O Sentido da Vida”,  conta ainda com 30 dias.

O filme, com estreia prevista para julho de 2020, encontra-se em fase de pós-produção. O realizador procura financiamento, através da plataforma de financiamento coletivo Indiegogo, para a montagem do documentário, que conta com 2000 horas de filmagens, em sete línguas diferentes.

Existem várias modalidades de apoio, com diferentes montantes, que vão desde 25€ a 10 000€, sendo que, dependendo do valor selecionado, a ajuda poderá ser convertida em prémios como convites para a estreia do filme, acesso ao test screening, oferta de cartazes do filme, outros materiais de merchandising ou um jantar em casa do realizador.

“O Sentido da Vida” é o novo filme de Miguel Gonçalves Mendes, realizador de “José e Pilar” (2010), produzido pela JumpCut, El Deseo e O2 Filmes, que tem como protagonista Giovane Brisotto (falecido a 18 de fevereiro de 2018), um jovem brasileiro portador da paramiloidose familiar, uma doença rara e incurável de origem portuguesa, espalhada pelo mundo durante a época dos Descobrimentos.

O filme é uma viagem pelo mundo “a fim de questionar a nossa existência através das indagações de um jovem brasileiro, portador de uma doença hereditária rara e sem cura (…) na busca de respostas para as suas questões existenciais e para o sentido de sua vida, ele irá revisitar a história da humanidade, traçando novas perspetivas, relacionando fenómenos e procurando novas respostas para velhas questões. Para descobrir o sentido da vida iremos ver o mundo através da perspetiva singular deste jovem que tem tudo a perder, inclusive a sua própria vida.”

Giovani Brisotto percorreu mais de 56 mil km pelo mundo fora com o realizador Miguel Gonçalves Mendes e a sua equipa. “Uma jornada quase impossível de concretizar com a sua doença, e que a equipa do filme teve a honra de acompanhar e registar”, segundo o comunicado da produtora, que apresentou as suas condolências à família de Brisotto.

“O Sentido da Vida” segue ainda o quotidiano de sete figuras públicas: Valter Hugo Mãe (escritor), Mariko Mori (artista), Andreas Mogensen (astronauta), Hilmar Örn Hilmarsson (Músico), Marina Silva (política), Baltazar Garzón (juiz) e Colby Keller (ator pornográfico). O documentário tem estreia prevista para o final de 2018, inícios de 2019.