A 8ª edição dos Jardins Efémeros, o maior evento cultural de Viseu e um dos maiores do país, decorre de 6 a 10 de julho, este ano subordinada ao tema “O Corpo”.

“O corpo transporta-nos, permite-nos sentir o Mundo, a paisagem, o Outro. É o meio através do qual a vida acontece e se deixa interceptar. Como escreveu Merleau-Ponty (L’oeil et le esprit, 1960): «O meu corpo pertence ao número das coisas, está preso na textura do mundo, e a sua coesão é a de uma coisa.» Este programa transporta-nos por diversas acepções do corpo, desde o corpo que dança e que se movimenta, ao corpo que sente o vento na estrada, o corpo que ama e que se erotiza, ou ainda o corpo que é bizarro e até desfigurado. O corpo é a contingência da matéria, mas uma matéria que é ponto de partida para todas as possibilidades.”

Este é um evento multidisciplinar que abrange áreas como o Som, Artes Visuais, Arquitectura, Cinema, Teatro e Dança, que reflectem sobre o mesmo tema, o Corpo. “Afinal, a quem pertence o corpo? Ao indivíduo? Ao Estado? À sociedade?”

O programa de cinema apresenta seis filmes, dos quais destacamos dois clássicos incontornáveis, a obra prima de James Whale, “Frankenstein” (1931), que eternizou Boris Karloff; e um dos filmes mais queridos de David Lynch, “O Homem Elefante” (1980), uma reflexão sobre a sensibilidade humana, que encerrará o ciclo. Serão exibidos ainda dois filmes da realizadora, fotógrafa e bailarina norte-americana Maya Deren, “Meshes of the afternoon” (1943) e “The very eye of night” (1958);  “O Sabor do Amor” (2007) do chinês Wong Kar-Wai e o filme-concerto “Stop Making Sense”(1981) de Jonathan Demme, que será o filme de abertura deste ciclo.

O programa geral dos Jardins Efémeros ainda não está completo, mas já estão confirmadas as presenças de Gabriel Ferrandini e Ricardo Martins, Lucrecia Dalt, Abul Mogard, entre outros, no campo da música.

Programa de Cinema

06 Julho / Praça D. Duarte
Stop Making Sense, de Jonathan Demme (1981)

07 Julho / Praça D. Duarte
Meshes of the afternoon, de Maya Deren (1943)
The very eye of night, de Maya Deren (1958)

08 Julho / Praça D. Duarte
Frankenstein, de James Whale (1931)

09 Julho / Praça D. Duarte
My blueberry nights (O sabor do amor), de Wong Kar-Wai (2007)

10 Julho / Praça D. Duarte
The Elephant Man (O Homem Elefante), de David Lynch (1980)