Anthony Hopkins e Jonathan Pryce juntam-se para dar vida ao Papa Bento XVI e ao Papa Francisco, respectivamente, em “Dois Papas” (“The Two Popes”), um filme realizado pelo brasileiro Fernando Meirelles. Hopkins e Pryce interpretam um olhar íntimo relacionado com uma mudança histórica na Igreja Católica.

Esta é uma íntima história sobre uma das mais dramáticas transições de poder dos últimos 2000 anos. Frustrado com a direção da igreja, o Cardeal Bergoglio (Jonathan Pryce) pede autorização ao Papa Bento XVI (Anthony Hopkins) para se reformar em 2012. Em vez disso, e confrontado com escândalos e dúvidas, o introspetivo Papa Bento consulta o seu crítico mais duro e futuro sucessor de Roma para revelar um segredo que iria pôr as bases da Igreja Católica em causa. Por trás das paredes do Vaticano, inicia-se uma luta entre tradição e progresso, culpa e perdão, enquanto os dois homens – tão diferentes entre si – confrontam elementos do seu passo enquanto procuram algo em comum e estabelecem um futuro para milhares de milhões de seguidores em todo o mundo.

Com argumento escrito por Anthony McCarten, juntam-se ao elenco ainda Juan Minujín, Sidney Cole, Thomas D Williams, Federico Torre, entre outros.

Produzido pela Netflix, esta é uma história inspirada em acontecimentos reais que chegará a salas de cinema seleccionadas a 27 de novembro e à plataforma streaming a 20 de dezembro.