A curta-metragem “Arena”, de João Salaviza, ganhou a Palma de Ouro da 62ª edição do Festival de Cannes. O filme centra-se em Mauro, um rapaz que vive em prisão domiciliária e que enfrenta o dilema de transgredir a lei para acertar contas com um grupo de miúdos marginais.