Segundo a Variety, Ben Affleck (“Argo”, “Liga da Justiça”, “Em Parte Incerta”) vai representar e realizar o filme Ghost Army”, baseado no livro The Ghost Army of World War II”, escrito por Rick Beyer e Elizabeth Sayles.

A obra da Segunda Guerra Mundial, também baseada num documentário do mesmo nome, conta a história real de um esquadrão de recrutas vindos das escolas de arte, agências de publicidade, entre outros negócios criativos, que tinha como finalidade enganar as tropas nazis. Ou seja, os norte-americanos queriam fazer passar aos alemães que o seu exército era bem maior do que na realidade era. O livro no qual este filme é baseado segue um grupo de jovens GIs, incluindo o estilista Bill Blass, o pintor Ellsworth Kelly, o artista Arthur Singer, o fotógrafo Art Kane, entre outros, que conduzem uma missão secreta.

Ainda não está definida uma data para o início da produção, visto que o argumento para o filme ainda não está completo. Contudo, houve já duas tentativas por parte de Nic Pizzolatto (True Detective), e de Henry Gayden (Shazam!) em escrever o argumento, mas estas não agradaram o realizador.

Ben Affleck irá também produzir para a Pearl Street Films ao lado de Andrew Lazar (Sniper Americano”, “O Excêntrico Mortdecai), que produzirá para a Mad Chance Productions. Madison Ainley, da Pearl Street Films, será a produtora executiva. O vice-presidente executivo de produção, Mark Sourian, supervisionará o projeto da Universal Pictures, a produtora principal.

Ao que parece, Affleck já procurava iniciar este projecto há algum tempo, mas os seus últimos compromissos cinematográficos impediram o norte-americano de dedicar o tempo necessário a esta nova aventura. O ator entrou no filme “Torrance”, que se encontra em pós-produção, no drama The Last Thing He Wanted”, este também em pós-produção, e ainda na aposta da Netflix,Triple Frontier.