9   +   2   =  

A notícia foi avançada pelo Deadline, que divulgou uma nova declaração dos organizadores do Festival de Cannes 2020, informando que com a extensão da proibição de eventos públicos em França, até meados de julho, o festival não possa acontecer no final de junho e que provavelmente não se realizará “na sua forma original”, devido ao surto de coronavírus.

A 20 de março, a organização confirmou o adiamento do Festival de Cannes (originalmente de 12 a 23 de maio) para meados de junho e julho. Mas após a declaração do Presidente francês Emmanuel Macron, no passado dia 13 de abril, dizendo que a população continuaria em isolamento social até 11 de maio e que os festivais só poderiam realizar-se depois de meados de julho, ficou claro que o festival não poderá realizar-se até lá.

“É claramente difícil supor que o Festival de Cannes possa ser realizado este ano na sua forma original”, lê-se no comunicado do festival.

No entanto, apesar de cada vez mais parecer difícil a 73.ª edição de Cannes acontecer, a organização espera apresentar uma versão do evento ainda algures em 2020.

“No entanto, desde ontem à noite, iniciámos muitas discussões com profissionais, em França e no exterior. Eles concordam que o Festival de Cannes, um pilar essencial para a indústria cinematográfica, deve explorar todas as contingências que permitam apoiar o ano do cinema, tornando Cannes 2020 real, de uma maneira ou de outra.”

“Quando a crise da saúde pública, cuja resolução continua a ser a prioridade de todos, passar, teremos de reiterar e provar a importância do cinema e o papel que o trabalho de artistas, profissionais, cinemas e o seu público desempenham nas nossas vidas. É assim que o Festival de Cannes, o Marché du Film e as secções paralelas (Semaine de la Critique, Quinzaine des Réalisateurs, ACID) pretendem contribuir. Estamos comprometidos com isso e gostaríamos de agradecer a todos os que estão ao nosso lado, funcionários públicos (Prefeitura de Cannes, Ministério da Cultura, CNC), membros da indústria e parceiros.”

“Todos sabem que muitas incertezas ainda reinam sobre a situação internacional da saúde. Esperamos poder comunicar rapidamente sobre as formas que Cannes 2020 terá.”

A quarentena forçada em França está a provocar muitas incertezas sobre a realização do Festival de Cannes este ano. A organização já assumiu não ser nada favorável à opção de fazer uma versão do festival online, como outros têm feito (como o Visions du Réel, por exemplo), o que deixa ainda mais incerta qual será a opção para Cannes.

O Festival de Cannes só não se realizou em 1948 e em 1950, por problemas financeiros, e em 1968, devido aos acontecimentos do Maio de 68. Deste então, nunca mais foi cancelado.