"Alemanha, Ano Zero" (1948)_1

Dez obras fundamentais de Roberto Rossellini vão ser exibidas em Lisboa, na sala do Espaço Nimas, a partir de 26 de março. “Roma, Cidade Aberta”, “Paisà – Libertação”, “Stromboli”, “Alemanha, Ano Zero” ou “Viagem em Itália” são alguns dos filmes que poderão ser vistos em versões digitais e restauradas. Esta programação especial é composta por obras essenciais do realizador italiano, todas exibidas em versões digitais restauradas, à excepção de “Europa 51” (1952) que será projectado em 35 mm, e terá várias sessões especiais apresentadas por convidados.

Roberto Rossellini é um dos maiores cineastas do Cinema mundial, figura de proa do neo-realismo italiano, que alcançou o sucesso depois da II Guerra Mundial ao assinar “Roma, Cidade Aberta”, que venceu o Grande Prémio do Festival de Cannes e foi nomeado para o Oscar de Melhor Argumento, “Paisà” ou “Alemanha, Ano Zero”. Os filmes de Roberto Rossellini abordam questões universais da natureza humana e o seu alcance é tal, que podemos enquadrá-los em várias áreas do conhecimento, da História à Filosofia.

Na quarta-feira, 25 de março, o Espaço Nimas recebe a sessão que marca o arranque da programação especial dedicada a Roberto Rossellini, com a exibição do filme “Viagem em Itália”, às 21h30, numa sessão apresentada pelo realizador António-Pedro Vasconcelos.

No dia 27 de março, no Espaço Nimas, em Lisboa, o ciclo arranca com “O Amor” (1948) e “A Força e a Razão” (1971). O primeiro é uma obra menos conhecida de Rossellini e estreia pela primeira vez numa sala portuguesa, e o segundo é uma entrevista de Rossellini ao político chileno Salvador Allende, realizada por Emidio Grego, exibida agora pela primeira vez em Portugal. Esta sessão conjunta será apresentada por Renzo Rossellini, filho e colaborador de Roberto Rossellini.

O ciclo em versões digitais restauradas é composto pelas seguintes obras: “Roma, Cidade Aberta” (1945), “Paisà – Libertação” (1946), “Alemanha, Ano Zero” (1948), “O Amor” (1948), “Stromboli” (1950), “A Máquina de Matar Pessoas Más” (1952), “Viagem em Itália” (1954), “O Medo” (1954), “Índia” (1958), A Força e a Razão (1971).

No Porto, o ciclo será exibido a partir do dia 9 de abril, no Teatro Municipal do Campo Alegre. Esta é uma iniciativa única e conjunta entre a distribuidora Leopardo Filmes e a exibidora Medeia Filmes.

Ciclo Roberto Rossellini_1

ROBERTO ROSSELLINI na MEDEIA FILMES from Leopardo Filmes on Vimeo.