Morreu esta manhã (12 de Setembro de 2010) um dos principais cineastas da Nouvelle Vague, Claude Chabrol, aos 80 anos. Era “um imenso cineasta francês, livre, impertinente, político e difuso”, disse Christophe Girard, vereador adjunto da Cultura na Câmara de Paris.

 

Chabrol nasceu em Paris a 24 de Junho de 1930. Foi um importante realizador da Nouvelle Vague, juntamente com François Truffaut e Jean-Luc Godard. Chabrol era um grande admirador de Fritz Lang e Alfred Hitchcock, que o influenciaram, como se pode comprovar na sua obra cinematográfica. Era amante de filmes policiais e de humor negro. Estudou literatura, farmácia e direito e foi crítico da prestigiada revista francesa, Cahiers du Cinéma.

 

As suas grande obras são, “Os Primos” (1959), “Madame Bovary” (1991), “Uma Questão de Mulheres” (1988 ) e“Violette Nozière” (1978 ).