Arranca no próximo dia 29 de janeiro o IndieJúnior Allianz – Festival Internacional de Cinema Infantil e Juvenil do Porto, que decorrerá até dia 3 de fevereiro no Teatro Municipal Rivoli, na Biblioteca Municipal Almeida Garrett, na Casa das Artes e na Reitoria da Universidade do Porto.

“Com uma proposta programática diversa, o IndieJúnior Allianz vai apresentar os filmes infantis e juvenis mais criativos e originais que se fazem hoje pelo mundo fora, revisitar filmes que marcaram o imaginário de crianças e jovens que hoje já são pais e avós e promover o encontro divertido com o cinema através de oficinas, debates e exposições.”

Ao longo de seis dias, haverá filmes pensados para diferentes faixas etárias, assim como a visita a clássicos do cinema, através das escolhas de três figuras da vida cultural e social portuense. A realizadora Luísa Sequeira, o geógrafo e escritor Álvaro Domingues e a arquitecta Filipa Fróis Almeida apresentarão, na secção O Meu Primeiro Filme, “Os Salteadores da Arca Perdida” (1981), “A História Interminável” (1984) e “Tempos Modernos” (1936).

Com um programa composto por 50 filmes, entre curtas e longas-metragens, destacamos ainda filmes como a estreia de “Mary e a Flor de Feiticeira”, de Hiromasa Yonebayashi, “A Ilha do Tesouro”, de Guillaume Brac, “Infância, Adolescência, Juventude”, de Rúben Gonçalves, “No Meu Quarto”, de Ayelet Albenda, “Chega!”, de Anna Mantzaris, “Razão Entre Dois Volumes”, de Catarina Sobral, e “Os Viajantes”, de Gauthier Ammeux, Valentine Baillon, Benjamin Chaumeny, Alexandre Dumez, Lea Finucci e Marina Roger.

Uma das novidades desta terceira edição é o Cinema ao Colo, sessões de cinema para bebés: “Chama-se assim porque o colo é o lugar por onde começamos a conhecer o mundo, ao mesmo tempo quentinhos e levados pelos nossos pais.”

O IndieJúnior Allianz 2019 contará, ainda, com sessões exclusivas para escolas da área metropolitana da Invicta, que promoverão a circulação de mais de 4500 crianças e jovens pelas salas de cinema do festival, assim como vê reforçado o envolvimento de alunos na programação. O festival é composto por uma competição internacional de curtas e longas-metragens, avaliadas pelo Júri Oficial da Competição Internacional (composto por três personalidades da cidade do Porto) e o Júri Escolas (composto por três jovens de escolas portuenses).

A par das sessões de cinemas para crianças e jovens, o IndieJúnior Allianz incluirá ainda um completo programa de workshops e oficinas, atividades lúdicas e exposições.

Fonte: IndieJunior