“Lobo e Cão”: novo filme de Cláudia Varejão com estreia no Festival de Veneza

O mais recente filme da realizadora Cláudia Varejão, “Lobo e Cão“, vai ter estreia absoluta na 79ª edição do Festival de Veneza, que se realiza de 31 de agosto a 10 de setembro.

Com produção da Terratreme e coprodução da francesa La Belle Affaire, esta longa-metragem de ficção integra a secção Giornate degli Autori do Festival. Rodado na Ilha de São Miguel, nos Açores, com um elenco de actores não-profissionais, o filme leva-nos a conhecer a realidade insular através de Ana, o seu grupo de amigos e a sua família. Lobo e Cão cruza realidade e ficção, numa ode à comunidade queer desta ilha.

“Lobo e Cão” de Cláudia Varejão (2022)

“Lobo e Cão é a silhueta do meu mundo interior mas é também o resultado da longa pesquisa que fiz com jovens e habitantes da ilha de São Miguel provenientes de circunstâncias diversas e cujas suas histórias em muito contribuíram para a narrativa e forma do filme. Sendo a realidade o universo primordial do meu olhar filmográfico, é também esse o território onde me movi ao longo de todo o processo de feitura do filme: os actores não são profissionais, a equipa técnica e artística é composta por diversos elementos locais e o envolvimento da comunidade local é a trave mestra da obra.”, afirma Cláudia Varejão, realizadora de Lobo e Cão e de outras obras como Amor Fati (2019), Ama-San (2016) ou No Escuro Descalço os meus Sapatos (2016).

Skip to content