"Right Now, Wrong Then" (2015)_1

O realizador sul-coreano Hong Sang-soo venceu, o Leopardo de Ouro no Festival de Locarno 2015, que terminou no passado dia 15 de agosto, com Right Now, Wrong Then”, uma comédia romântica. O júri formado por Daniela Michel, Moon So-ri, Jerry Schatzberg, Nadav Lapid e Udo Kier atribuiu o prémio máximo da 68.ª edição do festival ao veterano sul-coreano, dois anos depois de ter recebido ali o prémio de Melhor Realizador pelo filme “Our Sunhi”. “Right Now, Wrong Then” recebeu ainda uma Menção Especial do Júri Ecuménico e o Leopardo de Melhor Ator (Selecção Oficial), para Jung Jaeyoung, no papel de um realizador que, de passagem por um subúrbio de Seul, seduz uma jovem pintora. O filme “Cosmos”, realizado pelo polaco Andrzej Zulawski e produzido por Paulo Branco, venceu o Premio de Realização. O filme foi rodado em Portugal e conta com a atriz portuguesa Vitória Guerra como protagonista. O Prémio Especial do Júri coube ao filme israelita “Tikkun”, de Avishai Sivon, que recebeu ainda uma Menção Especial do Júri para o director de fotografia.

 

Selecção Oficial

Leopardo de Ouro

Right Now, Wrong Then, de Hon Sang-soo

Prémio Especial do Júri

Tikkun, de Avishai Sivan

Melhor Ator

Jung Jae-young, em Right Now, Wrong Then

Melhor Atriz

Tanaka Sachie, Kikuchi Hazuki, Mihara Maiko e Kawamura Rira, em Happy Hour

Melhor Realizador

Andrzej Zulawski, por Cosmos

Menção Especial do Júri

Shai Goldman, Tikkun (fotografia)

Menção Especial do Júri

Hamaguchi Ryusuje, Tadashi Nohara e Tomoyuki Takahashi, por Happy Hour (argumento)

 

Cineasta do Presente

Leopardo de Ouro

Thithi, de Raam Reddy

Prémio Especial do Júri

Dead Slow Ahead, de Mauro Herce

Realizador Emergente

Bi Gan, por Lu Bian Ye Can

 

Primeiras Obras

Melhor Primeiro Filme

Thithi, de Raam Reddy

Prémio Swatch Art Peace Hotel

Ma Dar Behesht, de Sina Ataeian Dena

Menções Especiais

Lu Bian Ye Can, de Bi Gan

Kiev/Moscow. Part 1, de Elena Khoreva

 

Pardi di Domani (Concurso Internacional)

Leopardo de Ouro para Melhor Curta

Mama, de Davit Pirtskhalava

Leopardo de Prata para Competição Internacional

La Impresión de una Guerra, de Camilo Restrepo

Nomeação para os European Film Awards

Fils du Loup, de Lola Quivoron

Prémio Film und Video Untertitelung

Mama, de Davit Pirtskhalava

Menção Especial

Nueva Vida, de Kiro Russo

 

Selecção Nacional

Leopardo de Ouro de Melhor Curta-Metragem

Le Barrage, de Samuel Grandchamp

Leopardo de Prata

D’Ombres et d’Ailes, de Eleonora Marinoni e Elice Meng

Prémio Revelação

Les Monts s’Embrasent, de Laura Morales

Prémio do Público UBS

Der Staat gegen Fritz Bauer, de Lars Kraume

Prémio Variety Piazza Grande

La Belle Saison, de Catherine Corsini