David Lynch, talvez um dos mais idiossincráticos realizadores de sempre, responsável por êxitos como Twin Peaks ou Mulholland Drive”, vai dar uma nova alegria aos fãs do seu clássico “Veludo Azul” (“Blue Velvet”).

O filme de culto “Veludo Azul”, de 1986, que contou com as participações icónicas de Dennis Hopper, Isabella Rosselini ou do fiel colaborador Kyle MacLachlan, vai presentear-nos com mais 51 minutos de filme. Cenas cortadas ou aleatórias, lados b e outtakes que foram eliminados aquando do seu lançamento vão poder agora ser visionados.

Esta notícia surge no âmbito da empresa norte-americana de distribuição de vídeo, The Criterion Collection, ir incluir este próximo mês de maio no seu portefólio o filme com o bónus da compilação de 51 minutos com o título “The Lost Footage”. Em 2011, o realizador já havia contado em entrevistas o desejo de encontrar estas imagens perdidas não usadas no seu filme inicial, e o quão bom seria rever a história de outra forma. Recentemente soube-se que as cenas incluídas foram encontradas em Seattle, o que permitiu incluí-las neste relançamento.

Uma nova restauração digital, um documentário de 70 minutos sobre os bastidores das filmagens, entre outros, serão outras das novidades de luxo que acompanham este lançamento. Havia já alguns inéditos na comemoração de 25 anos do filme, na edição em Blu-ray, mas agora a oferta será muito maior e mais dedicada a fãs acérrimos.

As novas cenas incluídas permitirão definir o caráter das personagens e trazer novos enredos para a trama “lynchiana”. O jovem estudante, a misteriosa cantora e o atónito psicopata têm encontro marcado.