Num final de noite um pouco inesperado, “O Caso Spotlight” conseguiu surpreender, apesar de ser indicado como um dos favoritos, ao conquistar o Óscar mais importante da cerimónia, o de Melhor Filme e ainda o de Melhor Argumento Original.

“The Revenant: O Renascido”, que contava doze nomeações, venceu três: Melhor Realizador, Melhor Ator e Melhor Fotografia, sendo portanto o segundo filme mais premiado. Mas foi “Mad Max: Estrada da Fúria” quem levou mais estatuetas douradas, seis prémios em categorias técnicas: Melhor Design de Produção, Melhor Guarda-Roupa, Melhor Maquilhagem e Cabelo, Melhor Montagem, Melhor Mistura de Som e Melhor Edição de Som. É assim o vencedor quantitativo desta edição dos Óscares.

O mexicano Alejandro G. Iñárritu fez história ao ser premiado pela segunda vez consecutiva na categoria de Melhor Realizador, primeiro por “Birdman” em 2015 e por “The Revenant: O Renascido” em 2016. Na história dos óscares apenas dois realizadores conseguiram esse feito, John Ford (em 1941 e 1942) e Joseph L. Mankiewicz (em 1950 e 1951).

Depois de ter sido nomeado em “Gilbert Grape” (1994), “O Aviador” (2004), “Diamante de Sangue” (2006) e “O Lobo de Wall Street” (2013), Leonardo DiCaprio conquista finalmente o seu merecido Óscar de Melhor Ator, por “The Revenant: O Renascido”. Teve uma das maiores ovações da noite e um dos mais magníficos discursos, focado nas mudanças climáticas.

Brie Larson, aos 27 anos, venceu o seu primeiro óscar, de Melhor Atriz, pela sua interpretação em “Quarto”. Esta jovem e estreante atriz era a favorita desde o inicio da temporada de prémios, tendo vencido quase tudo o que havia para vencer nesta categoria.

Emmanuel Lubezki consegue o feito único de vencer o terceiro óscar consecutivo na categoria de direcção de fotografia, primeiro com “Gravidade”, depois “Birdman” e este ano com “The Revenant: O Renascido”.

Na categoria de Melhor Filme de Animação venceu “Divertida-Mente” e na de Melhor Filme Estrangeiro o filme húngaro “O Filho de Saul”, ambas as categorias sem qualquer surpresa.

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood premiou ainda o mestre compositor Ennio Morricone, que conquista o seu segundo óscar (o primeiro foi um óscar honorário), de Melhor Banda Sonora pelo filme “Os Oito Odiados” e conseguiu também uma das maiores ovações desta noite, naquela que foi uma das premiações mais justas de sempre.

Quanto ao apresentador, Chris Rock entrou em alta no palco e dedicou todo o seu monólogo à polémica dos #oscarssowhite. Apresentação curta mas com imensa piada e conseguiu desconstruir toda a polémica de racismo em Hollywood. “Bem, estou nos Óscares da Academia, também conhecidos como White People’s Choice (…) É a 88ª edição dos Óscares, o que significa que essa coisa toda de ‘sem nomeados negros’ aconteceu pelo menos outras 71 vezes, ok? Vocês precisam perceber que isso aconteceu nos anos 1950, 1960”, afirmou Chris Rock. O comediante disse ainda que “quer que os negros tenham as mesmas oportunidades”. Toda a cerimónia foi uma paródia, uma ironia, à diversidade, o tema central desta edição.

Melhor Filme
Spotlight
Melhor Realizador
Alejandro G. Iñárritu, por The Revenant
Melhor Ator
Leonardo DiCaprio, em The Revenant
Melhor Atriz
Brie Larson, em Room
Melhor Ator Secundário
Mark Relance, em Bridge of Spies
Melhor Atriz Secundária
Alicia Vikander, em The Danish Girl
Melhor Argumento Original
Spotlight
Melhor Argumento Adaptado
The Big Short
Melhor Filme de Animação
Inside Out
Melhor Filme Estrangeiro
Son of Saul (Hungria)
Melhor Documentário
Amy
Melhor Design de Produção
Mad Max: Fury Road
Melhor Fotografia
The Revenant
Melhor Guarda-Roupa
Mad Max: Fury Road
Melhor Montagem
Mad Max: Fury Road
Melhor Maquilhagem e Cabelo
Mad Max: Fury Road
Melhor Banda Sonora Original
Ennio Morricone, por The Hateful Eight
Melhor Canção Original
“Writing’s on the Wall”, de Spectre
Melhor Edição de Som
Mad Max: Fury Road
Melhor Mistura de Som
Mad Max: Fury Road
Melhores Efeitos Visuais
Ex Machina
Melhor Curta de Animação
Bear Story
Melhor Curta Documental
A Girl in the River
Melhor Curta Live-Action
Stutterer