A organização do Porto/Post/Doc revelou novidades sobre o programa da sua 4ª edição, que se realiza no Teatro Rivoli e no Teatro Passos Manuel, no Porto, de 28 de novembro a 3 de dezembro. A edição deste ano terá um foco no arquivo e na pós-memória, pelo que criou uma parceria com o CES (Centro de Estudos Sociais) da Universidade de Coimbra, e com o seu projeto Memoirs: Filhos de Império e pós-memórias europeias, permitindo a exibição de filmes muito recentes que utilizam material de arquivo, aprofundando um debate sobre a memória e sobre o passado. “Procura-se, com o programa, dar conta da utilização do arquivo como meio de produção de novas narrativas documentais e da preponderância desse método para interrogar a história do século XX.”

Dos filmes já programados serão exibidos os filmes mais recentes das cineastas sul-americanas Paz Encina, com “Ejercicios de memoria”, e Albertina Carri, com “Cuatreros”, e vários filmes portugueses, entre os quais, a mais recente obra de Filipa César, “Spell Reel”, e curtas-metragens de José Miguel Ribeiro e Raquel Schefer.

O Fórum do Real será dedicado ao Arquivo e Pós-Memória, que contará com a presença de realizadores como Paz Encina, Albertina Carri, José Miguel Ribeiro ou Filipa César (a confirmar); o escritor Paulo Faria (autor do livro Estranha Guerra de Uso Comum, sobre a guerra colonial); o reconhecido crítico cultural argentino Jorge La Ferla; os estudiosos do arquivo Vicente Sanchez-Biosca e Maria do Carmo Piçarra (que se têm debruçado sobre as imagens das ditaduras espanhola e portuguesa, respetivamente); e o diretor do ANIM – Arquivo Nacional das Imagens em Movimento, Tiago Baptista.

As restantes secções paralelas do festival, como Transmission (cinema e música), Doc is the New Black (fashion & style), ou Cinema Falado (filmes falados em português), ainda não fecharam o seu programa. As candidaturas para o Festival para a Competição Internacional e para a Competição School Trip estão abertas até ao dia 13 de outubro.

Fonte: Porto/Post/Doc