Meryl Streep, uma das atrizes mais admiradas de sempre, vai receber em setembro o Prémio Carreira na 44.ª edição do Festival Internacional de Cinema de Toronto (TIFF), no Canadá, um dos mais importantes festivais de cinema da América do Norte. Este é o primeiro ano em que o Tribute Actor Award é entregue na cerimónia canadiana.

Com 70 anos e uma carreira com mais de 40 anos no cinema conquistou 21 nomeações aos Óscares, dos quais venceu 3, pelos filmes “Kramer vs. Kramer” (1979), “A Escolha de Sofia” (1982) e “A Dama de Ferro” (2011). Em 2014, foi homenageada pelo então presidente dos EUA, Barack Obama, com medalha da Liberdade, a maior condecoração civil do país.

“África Minha” (1985), “Melodia do Coração” (1999), “Inadaptado” (2002), “Mamma Mia!” (2008), “Julie & Julia” (2009) e “The Post” (2017) são algumas das obras mais importantes da carreira da atriz.

“Meryl Streep é, sem dúvida, um das atrizes mais talentosas e versáteis de sua geração. A sua tremenda contribuição para o cinema, a televisão e o teatro abrange cinco décadas; (…) ela retratou personagens que são tão atraentes quanto intemporais”, disse Joana Vicente, co-diretora do TIFF, em comunicado.

Que conselhos tem para as mulheres que tentam singrar em Hollywood?Acho que… Sei lá, não se preocupem com o peso, preocupem-se com… a vossa beleza interior”. – Meryl Streep.

O TIFF 2019, que acontece entre 5 a 15 de setembro, conta com a presença de dois filmes portugueses na secção Special Presentations: “A Herdade”, de Tiago Guedes, e “Frankie”, de Ira Sachs, uma coprodução entre França e Portugal.