Um dos mistérios à volta do filme “The Many Saints of Newark”, prequela da série “The Sopranos”, foi resolvido: o jovem Tony Soprano irá ser importante na história, e quem o confirma é David Chase, o criador da série, numa entrevista ao site Deadline.

O anti-herói da série da HBO foi interpretado por James Gandolfini durante seis temporadas, tendo sido galardoado com três Emmy pelo seu desempenho. A série terminou a junho de 2007, e desde então Chase tem hesitado em levar a série para o grande ecrã.

“The Many Saints of Newark” será realizado por Alan Taylor, veterano que já produziu episódios da série “Game Of Thrones”, e realizou nove episódios de “The Sopranos”, tendo também realizado as longas-metragens “Thor: O Mundo das Trevas” (2013) e “Exterminador: Genisys” (2015). O filme é passado na década de 1960 em Newark, numa altura em que se viviam vários tumultos entre as comunidades afro-americanas e italianas da cidade, e é apoiado pela Warner Bros. e pela New Line.

David Chase conta que a motivação que o levou a escrever a história deste filme parte do seu interesse pela cidade da época. “Eu costumava ir lá todas as noites de sábado para jantar com os meus avós”, conta Chase.

“O que mais me interessava era a infância de Tony. Estava interessado em explorar isso. O filme vai lidar com as tensões entre negros e brancos da época, e Tony Soprano fará parte disso, mas enquanto criança”, revelou David Chase à Deadline.

Neste momento decorre o casting para encontrar o actor que fará de jovem Tony, sendo que o único papel que parece estar atribuído é o de Dickie Moltisanti (Alessandro Nivola), pai do protegido de Tony Soprano, Christopher Moltisanti (Michael Imperioli).

“A máfia era muito polida na época na forma como se vestiam e o que faziam. Essas tradições foram seguidas vagamente na série. Naquela época, eles não eram pessoas que usavam fatos de treino”, afirma o criador da série.

“Eu morava no subúrbio de Nova Jérsia na época em que tudo aconteceu e a minha namorada trabalhava no centro de Newark. Eu estava apenas interessado em todo o motim de Newark. Comecei a pensar nesses eventos e no crime organizado, e interessei-me em misturar esses dois elementos.”

O filme ainda não tem data de estreia anunciada.