Morreu esta sexta-feira (13 de abril), nos EUA, o realizador de origem checa Milos Forman, na sequência de uma curta doença, segundo informou a sua família. O realizador de “Voando Sobre um Ninho de Cucos” (1975) e “Amadeus” (1984) morreu aos 86 anos de idade, segundo comunicou a agência Reuters.

Nascido em 1932, na cidade de Caslav, começou a sua carreira na antigo Checoslováquia a realizar comédias como “O Ás de Espadas” (1964), “Os Amores de Uma Loira” (1965) e “O Baile dos Bombeiros” (1967). Após a revolta da Primavera de Praga em 1968 foi obrigado a mudar-se para os Estados Unidos da América, acabando por se tornar cidadão americano nos anos 1970.

Em 1971 realizou, em Nova Iorque, o seu primeiro filme em território americano “Os Amores de uma Adolescente”, uma comédia musical protagonizada por Lynn CarlinBuck Henry e Georgia EngelEm 1973 foi um dos oito realizadores do documentário “Vencedores e Vencidos”, onde Forman realizou o primeiro segmento do filme, sobre os Jogos Olímpicos de Munique, em 1972.

Foi em 1975 que a sua carreira deu um salto de reconhecimento internacional, com o clássico “Voando Sobre um Ninho de Cucos”, que obteve 9 nomeações aos Óscares e venceu 5 (Melhor Filme, Melhor Realizador, Melhor Ator, Melhor Atriz e Melhor Argumento Adaptado). O filme passado num hospital psiquiátrico foi aclamado pela crítica e tornou-se numa das obras primas de Forman. Este é um filme humanista sobre os tratamentos de uma instituição psiquiátrica, que se vê a sair da rotina com Randle McMurphy (Jack Nicholson), um anti-sistema. Foi o primeiro filme a vencer os cinco Óscares principais.

Seguiram-se o musical de rock “Hair” (1979) e “Ragtime” (1981), um drama sobre as tensões raciais do início do século XX em Nova Iorque, protagonizado por James Cagney. Em 1984 realiza “Amadeus”, uma livre biografia sobre a vida do compositor austríaco Wolfgang Amadeus Mozart, vista pelos olhos de seu rival Antonio Salieri. Venceu oito Óscares, dos quais o de Melhor Filme e de Melhor Realizador (o seu segundo nesta categoria).

Realizou ainda “Valmont” (1989), protagonizado por Colin Firth e Annette Bening; “Larry Flynt” (1996), uma biografia do editor pornográfico Larry Flynt; “O Homem na Lua” (1999), uma biografia sobre o comediante americano Andy Kaufman, protagonizada por Jim Carrey; “Os Fantasmas de Goya” (2006), uma biografia sobre o pintor espanhol Francisco Goya, protagonizada por Stellan Skarsgård, Javier Bardem e Natalie Portman.

Milos Forman venceu ainda três Globos de Ouro de Melhor Realizador e um Urso de Ouro de Melhor Realizador por “O Homem na Lua”. Em 2009 foi homenageado na 1ª edição do Douro Film Harvest, em Portugal.