4   +   1   =  

"Timbuktu" (2014)_1

“Timbuktu”, uma produção entre a França e a Mauritânia candidata ao Óscar de Melhor Filme Estrangeiro, triunfou esta noite nos Prémios César 2015, atribuídos pela  Academia do Cinema Francês. Este drama, realizado por Abderrahmane Sissako, venceu seis das oito categorias para que estava nomeado, as quais incluem Melhor Filme, Melhor Realizador e Melhor Argumento Original. Já o filme biográfico “Saint Laurent”, de Bertrand Bonello, que liderava com dez nomeações, venceu apenas a categoria de Melhor Guarda-Roupa. A comédia “Os Combatentes”, de Thomas Cailley, foi o segundo filme que mais prémios arrecadou, ao todo três: Melhor Atriz, Melhor Revelação Masculina e Melhor Primeiro Filme.

Melhor Filme

Timbuktu

Melhor Realizador

Abderrahmane Sissako, por Timbuktu

Melhor Argumento Original

Timbuktu

Melhor Argumento Adaptado

Diplomatie

Melhor Ator

Pierre Niney, em Yves Saint Laurent

Melhor Atriz

Adèle Haenel, em Os Combatentes

Melhor Ator Secundário

Reda Kateb, em Hippocrate

Melhor Atriz Secundária

Kristen Stewart, em Sils Maria

Melhor Revelação Masculina

Kévin Azaïs, em Os Combatentes

Melhor Revelação Feminina

Louane Emera, em La Famille Bélier

Melhor Primeiro Filme

Os Combatentes

Melhor Filme Estrangeiro

Mommy (Canadá)

Melhor Documentário

O Sal da Terra, de Wim Wenders, Juliano Ribeiro Salgado

Melhor Filme de Animação

Minuscule – La Valée des Fourmis Perdues (longa-metragem)

Les Petits Cailloux (curta-metragem)

Melhor Banda Sonora Original

Amine Bouhafa, por Timbuktu

Melhor Montagem

Timbuktu

Melhor Som

Timbuktu

Melhor Fotografia

Timbuktu

Melhor Cenografia

La Belle et la Bête

Melhor Guarda-Roupa

Saint Laurent

Melhor Curta-metragem

La Femme de Rio

Prémio Carreira

Sean Penn