Terminou ontem a 43.ª edição do CINANIMA – Festival Internacional de Cinema de Animação de Espinho. O Grande Prémio CINANIMA 2019 foi para “Riviera”, de Jonas Schloesing, um filme que conta a história de uma residência da Riviera francesa, num dia sufocante de verão, à hora da sesta, mostrando o universo dos moradores que se dedicam aos seus hábitos diários, tomam banhos de sol junto à piscina, enquanto dentro da sua sala mal iluminada o Sr. Henriet espia os seus vizinhos.

O Prémio Especial do Júri foi atribuído à cineasta Regina Pessoa, pela curta-metragem “Tio Tomás, a contabilidade dos dias”, vinte anos depois de 1999 ter arrebatado a sessão de encerramento do Cinanima com o seu primeiro filme. “Mais uma vez Regina Pessoa, realizadora Portuguesa que integra a academia de cinema de Hollywood, arrebata o júri com uma obra num registo muito pessoal e que parte das suas memórias pessoais e visuais, fazendo uma homenagem à sua família e raízes.”.

Na competição Nacional “Nestor”, de João Gonzalez, venceu o Prémio António Gaio.

Competição Internacional

Prémio para a Melhor Curta-metragem Até 5 minutos
“Mancha”, de Donato Sansone (França)
Menção Honrosa
“Maestro”, do Colectivo Illogic (França)

Prémio para Melhor Curta-metragem de mais de 5 até 24 minutos
“A Luz Mais Escura”, de Andrea Bonetti (Itália)
Menções Honrosas
“Homem Caracol”, de Jaebeom Park (Coreia do Sul)
“Purpleboy”, de Alexandre Siqueira (Portugal)
“Coeur Fondant”, de Benoît Chieux (França)

Prémio para a Melhor Curta-metragem de mais de 24 a 50 minutos
“Mind my mind”, de Floor Adams (Holanda)

Prémio para o melhor Documentário
“Sangro”, de Tiago Minamisawa, Bruno Castro e Guto Br, (Brasil)

Prémio para o Melhor Filme de Estudantes
“Filha”, de Daria Kashcheeva (República Checa)
Menção Honrosa
“O meu estranho irmão mais velho”, de Júlia Orlik (Polónia)

Grande Prémio CINANIMA 2019 – Longas-metragens
“A Cidade dos Piratas”, de Otto Guerra (Brasil)

Prémio do Público
“Memorável”, de Bruno Collet (França)

Competição Nacional

Prémio António Gaio – Melhor Filme na Competição Nacional
“Nestor”, de João Gonzalez
Menções Honrosas
“Tio Tomás, a contabilidade dos dias” de Regina Pessoa
“O peculiar crime do estranho Sr. Jacinto” de Bruno Caetano

Prémio Jovem Cineasta Português
Na categoria até 18 anos
“Dependências Não Convencionais”, realizada pelo coletivo de alunos JPP
Menção Honrosa
“Os Chapéus de Pessoa”, realizado pelas Crianças das Oficinas do Anilupa
Na categoria mais de 18 anos
“A Mãe de Sangue” produzido e realizado por Vier Nev
Menção Honrosa
“Dentro de Mim”, realizado por Maria Teixeira.