O destaque desta semana vai para o filme português “Florbela“, escrito e realizado por Vicente Alves do Ó, que regressa à realização, depois de “Quinze Pontos na Alma”, com um filme que pretende homenagear uma das poetisas portuguesas mais relevantes do séc. XX. O filme, protagonizado por Dalila Carmo, Ivo Canelas e Albano Jerónimo, teve o apoio do Ministério da Cultura – ICA, RTP, Câmara Municipal de Lisboa e Câmara Municipal de Vila Viçosa, tendo ainda uma versão para TV em três episódios. “Florbela” estreia hoje, no dia Internacional da Mulher, nos cinemas nacionais.

 

Nascida a 8 de Dezembro de 1894, Florbela Espanca era uma mulher incomum e fora do seu tempo. O filme segue a sua história no período de crise literária, em que deixou de conseguir expressar-se através da escrita, por altura da morte de Apeles, o seu adorado irmão oficial da Aviação Naval, cujo hidroavião se despenhou no rio Tejo.

Sinopse: Cinecartaz Público