Foram revelados os nomeados dos Directors Guild of America (DGA), os prémios do sindicato de realizadores norte-americanos. Os prémios da DGA são apontados como os melhores indicadores para os Óscares. Normalmente quem ganha este prémio vence, para além do Óscar de Melhor Realizador, o de Óscar de Melhor Filme.

O realizador mexicano Alfonso Cuarón é o favorito, por “Roma”, a vencer na categoria de Melhor Realizador. Na mesma categoria estão nomeados ainda Bradley Cooper, por “Assim Nasce Uma Estrela”, Peter Farrelley, por “Green Book – Um Guia Para a Vida”, Spike Lee, por “BlacKkKlansman”Adam Mckay, por “Vice”. Ficaram de fora Felix Van Groening, por “Beautiful Boy”, Yorgos Lanthimos, por “A Favorita” Damien Chazelle, por “O Primeiro Homem na Lua”. A 71.ª edição da entrega dos prémios DGA realiza-se a 2 de fevereiro.

Melhor Realizador
Bradley Cooper, por A Star is Born
Alfonso Cuarón, por Roma
Peter Farrelley, por Green Book
Spike Lee, por BlacKkKlansman
Adam Mckay, por Vice

Melhor Primeiro Filme
Bo Burnham, por Eighth Grade
Bradley Cooper, por A Star is Born
Carlos López Estrada, por Blindspotting
Matthew Heineman, por A Private War
Boots Riley, por Sorry to Bother You

Melhor Documentário
Morgan Neville, por Won’t You Be My Neighbor?
Ramell Ross, por Hale County This Morning, This Evening
Elizabeth Chai Vasarhelyi e Jimmy Chin, por Free Solo
Tim Wardle, por Three Identical Strangers
Betsy West e Julie Cohen, por RBG