directors-guild-of-america-awards

Directors Guild of America 2021: Nomeados

Foram revelados os nomeados dos Directors Guild of America (DGA), os prémios do sindicato de realizadores norte-americanos. Os prémios da DGA são apontados como os melhores indicadores para os Óscares. Normalmente quem ganha este prémio vence, para além do Óscar de Melhor Realizador, o de Óscar de Melhor Filme. No entanto nem sempre isso acontece, tal como aconteceu em 2020: o vencedor dos DGA foi Sam Mendes, por “1917”, mas o vencedor do Óscar de Melhor Realização nesse ano foi Bong Joon Ho, por “Parasitas”.

Se no ano passado eram cinco homens nomeados à categoria de Melhor Realização, este ano há duas mulheres: Emerald Fennell, por “Uma Miúda com Potencial”Chloé Zhao, porNomadland – Sobreviver na América”. Na mesma categoria estão nomeados também Lee Isaac Chung, por “Minari”, David Fincher, por “Mank”, e Aaron Sorkin, por “Os 7 de Chicago”.

Ficaram de fora Spike Lee, por “Da 5 Bloods – Irmãos de Armas”, Christopher Nolan, por “Tenet” e Kelly Reichardt, por “First Cow”.

A 73.ª edição da entrega dos prémios DGA realiza-se a 10 de abril.

Melhor Realização
Lee Isaac Chung, por Minari
Emerald Fennell, por Promising Young Woman
David Fincher, por Mank
Aaron Sorkin, por The Trial of the Chicago 7
Chloé Zhao, por Nomadland

Melhor Primeiro Filme
Radha Blank, por The Forty-Year-Old Version
Fernando Frías de la Parra, por I’m No Longer Here
Regina King, por One Night in Miami
Darius Marder, por Sound of Metal
Florian Zeller, por The Father

Melhor Realização em Documentário
Michael Dweck & Gregory Kershaw, por The Truffle Hunters
Pippa Ehrlich & James Reed, por My Octopus Teacher
David France, por Welcome to Chechnya
Amanda McBaine & Jesse Moss, por Boys State
Benjamin Ree, por The Painter and the Thief

Skip to content