European Film Awards 2020: regras mudam para filmes estreados online

Tal como aconteceu com os Óscares, que recentemente abriram uma exceção para a edição de 2021, também a Academia Europeia de Cinema decidiu alterar as regras dos European Film Awards: os filmes estreados em plataformas de streaming ou online passam a ser elegíveis aos Prémios do Cinema Europeu.

Devido à pandemia do coronavírus (COVID-19), muitas estreias de filmes em festivais ou em salas de cinema tiveram de ser adiadas ou movidas diretamente para online, a Academia Europeia de Cinema decidiu estender excecionalmente as regras de elegibilidade. Deste modo, os filmes poderão ser candidatos aos Prémios do Cinema Europeu desde que estreiem no cinema ou online até ao final do mês de novembro de 2020.

O presidente da EFA, Mike Downey, escreveu a seguinte declaração: “Em primeiro lugar, o conselho e a gerência da EFA gostariam de desejar a todos os seus membros o melhor nestes tempos difíceis. Espero que estejamos a ver alguma luz no fim do túnel. Tivemos de fazer alguns ajustes nas nossas regras para garantir o futuro da seleção para o European Film Awards deste ano”.

“Uma coisa é certa: a Academia Europeia de Cinema continua comprometida com o cinema europeu e os seus criadores. Atualmente, devido ao coronavírus, a grande riqueza e diversidade desses filmes só pode ser sentida em casa. Estamos com os membros da EFA, nossos parceiros, colegas e amigos, e esperamos ansiosamente o momento em que as sessões de cinema serão retomadas, a reabertura dos cinemas e o importante aspeto social de assistir a filmes juntos numa sala de cinema.”

A 33.ª cerimónia dos EFA 2020 está agendada para 12 de dezembro, em Reiquiavique, na Islândia.