O filme “Todas as Canções de Amor”, da realizadora Joana Mariani, foi o grande vencedor da 10.ª edição do Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa (FESTin), que terminou no passado dia 22 de maio. Os galardões foram anunciados em cerimónia realizada no cinema São Jorge, em Lisboa.

A obra foi escolhida pelo júri composto pela realizadora Margarida Leitão, o gestor cultural Bernardo Vilhena e o embaixador Lauro Moreira. Eles atribuíram ainda o prémio de Melhor Realizador para Aly Muritiba (“Ferrugem”), Melhor Ator para Daniel Oliveira (“Aos teus Olhos”) e Melhor Atriz para Tifanny Dopke (“Ferrugem”).

O trabalho de Aly Muritiba conquistou também o Júri da Crítica, composto por Duarte Mata, Rui Alves de Sousa e Samuel Andrade, que escolheu “Ferrugem” como o melhor, atribuindo ainda a Menção Honrosa a “Boni Bonita”, de Daniel Barosa. Já o público escolheu “Unicórnio” como o seu preferido.

Melhor Longa-Metragem
Todas as Canções de Amor, de Joana Mariani
Melhor Realizador
Aly Muritiba, em Ferrugem
Melhor Ator
Daniel de Oliveira, em Aos Teus Olhos
Melhor Atriz
Tifanny Dopke, em Ferrugem
Melhor Longa-Metragem de Ficção – Júri Popular
Unicórnio,
de Eduardo Nunes
Melhor Documentário
Lusófonas, de Carolina Paiva
Menção Honrosa para Documentário
Início do Fim, de Francisco Júnior Gonçalves
Melhor Documentário – Júri Popular
O Pequeno Escritor, de Júlio Silva
Melhor Curta-Metragem
Viagem de Icaro, de Kaco Olimpio e Larissa Fernandes
Menção Honrosa de Curta-Metragem
Grito, de Luiz Cassol
Melhor Curta-Metragem – Júri Popular
Mambo, de Nuno Barreto
Prémio Festinha para Melhor Filme Infantil
A Zeropeia, de Rodrigo Guimarães

Fonte: Festin