Terminou no passado sábado a 9.ª edição do Festival Córtex, no Centro Olga Cadaval, em Sintra, tendo sido revelados os vencedores.

“That Summer Without a Home”do realizador argentino Santiago Reale, foi galardoado com o Prémio de Melhor Filme na Competição Internacional. O júri, composto por Cristian Rodríguez e Ana Isabel Strindberg, atribuiu este prémio “pelo modo complexo como traduz os elos mais simples da amizade e do amor”. “Extraction”, de Kateřina Hroníková, recebeu uma Menção Honrosa nesta categoria.

Das 11 curtas que integravam a nova secção do Festival, a competição nacional de estreias, o filme “Janela”, do Coletivo Left Hand Rotation, recebeu o Prémio de Melhor Curta “pela maneira como, dentro de um registo documental, são criadas narrativas abertas, acessíveis a diferentes interpretações”, afirmaram Carlos Natálio, Simão Cayatte e Patrick Mendes, os jurados desta competição. “Billy The Kid”, de César Santos, foi premiado com uma Menção Honrosa.

O prémio do público na competição nacional foi para “A Ver o Mar”, de Ana Oliveira e André Puertas. O Festival continua até ao dia 10 de abril, no Cinema Ideal, com sessões às 18h15 e às 22h.

Competição Internacional
Melhor Filme
That Summer Without a Home (Aquel Verano sin Hogar), de Santiago Reale, Argentina, 2018, 9′, DOC
Menção Honrosa
Extraction (Extrakce), Kateřina Hroníková, Eslováquia, 2018, 7′ DOC

Competição Nacional
Prémio do Público
A Ver o Mar, de Ana Oliveira e André Puertas, Portugal, 2017, 25′

Competição Nacional de Estreias
Melhor Filme
Janela, Coletivo Left Hand Rotation, Portugal, Espanha, 2018, 21′, DOC, EXP
Menção Honrosa
Billy The Kid, César Santos, Portugal, 2018, 5′, FIC

Competição Mini-Córtex
Prémio Mini-Córtex
Moody Booty (A Dança do Rabiosque), de Kathrin Kuhnert, Alemanha, 2017, 3´ ANI

Fonte: Córtex