Filmes da Terratreme vão chegar ao Videoclube da Zero em Comportamento

A-Fabrica-de-Nada-2017-5

São ao todo 28 filmes da produtora portuguesa Terratreme que vão chegar ao Videoclube Zero em Comportamento que reforça, assim, a presença do cinema português no seu catálogo.

“Uma das principais produtoras portuguesas, com presenças frequentes nos grandes festivais de todo o mundo (Cannes, Berlin, Locarno, Nyon, Marseille, Rotterdam, San Sebastian, Buenos Aires, Rio de Janeiro, Brasília, Chicago, New York e Toronto), e com uma crescente atividade através de co-produções internacionais (Brasil, França, Suíça, Alemanha, Japão, Bulgária, Cabo Verde, Argentina e Chile), a Terratreme foi criada em 2008, por um grupo de jovens cineastas com vontade de encontrar modelos de produção que conseguissem conciliar diferentes formas, escalas e durações para os seus próprios filmes.”

“Linha Vermelha”, de José Filipe Costa (já disponível), “Visita Guiada”, de Tiago Hespanha, “As Cidades e as Trocas”, de Luísa Homem e Pedro Pinho, “Ama-San”, de Cláudia Varejão, “Revolução Industrial”, de Tiago Hespanha e Frederico Lobo, “Bab Sebta”, de Pedro Pinho e Frederico Lobo, “A Fábrica de Nada”, de Pedro Pinho e “Tempo Comum”, de SusanaNobre, são alguns dos filmes portugueses que vão integrar o catálogo do videoclube.

Fonte: Zero em Comportamento