A-Fabrica-de-Nada-2017-5

Filmes da Terratreme vão chegar ao Videoclube da Zero em Comportamento

São ao todo 28 filmes da produtora portuguesa Terratreme que vão chegar ao Videoclube Zero em Comportamento que reforça, assim, a presença do cinema português no seu catálogo.

“Uma das principais produtoras portuguesas, com presenças frequentes nos grandes festivais de todo o mundo (Cannes, Berlin, Locarno, Nyon, Marseille, Rotterdam, San Sebastian, Buenos Aires, Rio de Janeiro, Brasília, Chicago, New York e Toronto), e com uma crescente atividade através de co-produções internacionais (Brasil, França, Suíça, Alemanha, Japão, Bulgária, Cabo Verde, Argentina e Chile), a Terratreme foi criada em 2008, por um grupo de jovens cineastas com vontade de encontrar modelos de produção que conseguissem conciliar diferentes formas, escalas e durações para os seus próprios filmes.”

“Linha Vermelha”, de José Filipe Costa (já disponível), “Visita Guiada”, de Tiago Hespanha, “As Cidades e as Trocas”, de Luísa Homem e Pedro Pinho, “Ama-San”, de Cláudia Varejão, “Revolução Industrial”, de Tiago Hespanha e Frederico Lobo, “Bab Sebta”, de Pedro Pinho e Frederico Lobo, “A Fábrica de Nada”, de Pedro Pinho e “Tempo Comum”, de SusanaNobre, são alguns dos filmes portugueses que vão integrar o catálogo do videoclube.

Fonte: Zero em Comportamento

Skip to content