“Florbela”, de Vicente Alves do Ó, continua a ser um caso de sucesso do cinema português. Em menos de um mês foi visto por mais de 20 mil espectadores e passado três meses ultrapassou a margem dos 40 mil. Segundo os dados do ICA (Instituto do Cinema e Audiovisual) recolhidos até ao dia 6 de junho, “Florbela” foi visto por 40.018 espectadores, tendo feito 173.293,66€ de receita bruta. A qualidade do filme, onde se destaca a realização, elenco, fotografia e banda sonora, foi aplaudida pela crítica e pelo público, que felizmente tem ido ver o filme, que ainda continua em exibição comercial e em tourneé pelo país. O filme de Alves do Ó continua a liderar o ranking de filmes nacionais mais vistos de 2012, sendo muito provável que assim continue até ao final do ano.

 

Em segundo lugar do ranking encontra-se outro filme maravilhoso que pela sua particularidade, de ser parcialmente mudo e a preto e branco, surpreende que tenha tido tanta adesão. “Tabu”, de Miguel Gomes, que ganhou dois prémios no Festival de Berlim de 2012, está prestes a atingir a marca dos 20 mil espectadores, sendo que até ao dia 6 de junho, segundo o ICA, já foi visto por 19.974 espectadores, com uma receita bruta de 103.566,76€.

 

Lentamente, o público português, vai dando oportunidades ao seu cinema.

 

Top 10 dos filmes nacionais mais vistos em 2012 (até 6 de junho):

1 – Florbela – 40.018 espectadores

2 – Tabu – 19.974 espectadores

3 – Cosmopolis – 14.394 espectadores

4 – Assim Assim – 11.726 espectadores

5 – Capitães da Areia – 10.962 espectadores

6 – A Teia de Gelo – 5.050 espectadores

7 – É na Terra Não é na Lua – 3.522 espectadores

8 – Linha Vermelha – 2.674 espectadores

9 – O Que há de novo no Amor? – 2.123 espectadores

10 – Em Câmara Lenta – 1.111 espectadores