Morreu esta quinta-feira Vera Lynn, aos 103 anos, célebre cantora inglesa que ficou conhecida pelas músicas We’ll Meet Again e The White Cliffs of Dover“, que uniram o Reino Unido durante a Segunda Guerra Mundial.

“A família está profundamente triste por anunciar a morte de uma das artistas mais amadas da Grã-Bretanha”, disse a família de Lynn num comunicado.

A música We’ll Meet Again” (“Vamos encontrar-nos outra vez”), de 1939, com música e letra composta e escrita pelos compositores ingleses Ross Parker e Hughie Charles, foi repetidamente tocada nas rádios durante a segunda grande guerra e serviu de consolo aos soldados e aos cidadãos britânicos que se escondiam dos bombardeamentos alemães. O tema foi também cantado várias vezes no cinema, como por exemplo no final do filme de “Dr. Estranhoamor”, de Stanley Kubrick, e em vários filmes e séries sobre a 2.ª Guerra. É uma das mais famosas músicas daquela época.

Nascida Vera Margaret Welch, em 1917, Lynn começou a apresentar-se em clubes masculinos a partir dos sete anos de idade. Ao tomar o nome de solteira da avó, Lynn, ela juntou-se a um grupo de cantores e deixou a escola aos 14 anos. Logo após ser contratada por um agente, começou a trabalhar na rádio e a fazer apresentações ao vivo.

No cinema, ainda durante a guerra, Lynn participou em “We’ll Meet Again” (1943), onde interpretou uma jovem dançarina que tenta chegar a Londres durante a Segunda Guerra Mundial e descobre que as pessoas também gostam da sua voz, tornando-se numa famosa cantora. Participou ainda em Rhythm Serenade” (1943) e “Aconteceu de Madrugada” (1944).

Lynn foi nomeada Oficial da Ordem do Império Britânico (OBE) em 1969. Seis anos depois, foi nomeada Dama Comandante da Ordem do Império Britânico (DBE) em 1975.