MOTELx 2012: Abre com “[REC]3: Genesis”

Começa hoje mais outro festival nacional, a 6ª edição do MOTELx – Festival Internacional de Cinema de Terror, que irá decorrer até 16 de setembro, no cinema S.Jorge em Lisboa, e recebe dez curtas-metragens portuguesas para competirem para o Prémio MOTELx – Melhor Curta de Terror Portuguesa, que é a única secção competitiva do festival. O júri de 2012 é constituído pelos músicos e cineastas Filipe Melo e Paulo Furtado e por Pål Sletaune, realizador de “Babycall” (2011).

 

O certame abre com a estreia de “[REC]3: Genesis”, realizado pelo espanhol Paco Plaza, às 21h45 na Sala Manoel de Oliveira. Paco Plaza assume sozinho a realização do terceiro filme da saga “[REC]”, agora com a acção a decorrer longe do edifício original e parcialmente à luz do dia. Este filme ajuda a descodificar elementos dos dois primeiros e abre as portas para a conclusão da saga em “[REC]4: Apocalypse”. O filme chega às salas comerciais nacionais a 4 de outubro.

 

“[REC]3: Genesis” faz parte da secção Serviço de Quarto, que é composta por 28 longas-metragens, entre as quais, “The Pact” de Nicholas McCarthy, “The Butterfly Room” de Jonathan Zarantonello, “Red State” de Kevin Smith, “The Raid: Redemption” de Gareth Evans e “The Yellow Sea” de Na Hong-Jin, são os principais destaques.

 

O convidado de honra desta 6ª edição é o realizador italiano Dario Argento, mestre do cinema de terror, que estará esta semana em Lisboa no festival MOTELx. Dele vão ser exibidos os seguintes filmes, “Deep Red” (1975), “Suspiria” (1977), “Inferno” (1980), “Demons” (1985) e “Mother of Tears” (2007). Haverá ainda uma masterclass com o realizador, no domingo às 16h30, na Sala Manoel de Oliveira, com entrada livre.

 

A completar a lista de convidados estrangeiros está, Jonathan Zarantonello (Itália), Julien Maury (França), Pascal Laugier (França), Alex Chandon (Reino Unido) e Pål Sletaune (Noruega), nas longas-metragens; Aurélia Mengin (França), Nicolas Luquet (França), Franck Giordanengo (França) e Steven Pravong (França), nas curtas-metragens.

 

Filmes em competição para Melhor Curta de Terror Portuguesa:

Aconteceu no Interior / Once Upon a Time in the Countryside (2012), Ricardo Machado

Até Quando / In a Lonely Place (2012), Jorge Cramez

A Bruxa de Arroios / Bewitched (2012), Manuel Pureza

The Headless Nun (2012), Nuno Sá Pessoa

Leito de Maldição (2011), Paulo Teixeira Rebelo

Mutter (2011), Tony Costa, Rafael Antunes

O Princípio do Fim / The Beginning of the End (2012), Joel Rodrigues, André Agostinho

O Reino / The Kingdom (2012), Paulo Castilho

Silêncio (тиша) / Silence (2012), Hélio Valentim, Ricardo Ferreira

Tormenta / Torment (2012), Francisco Carvalho

 

Fonte: MOTELx