O realizador dinamarquês já tinha mencionado as suas intenções para o seu novo projecto ainda durante o festival de Cannes, quando disse que Charlotte Gainsbourg seria a protagonista e que o filme iria ser de cariz bastante sexual, estando inclusivamente pensado para ser lançado em duas versões: Softcore e Hardcore.

 

Esta é então a sinopse do filme: “Nympomaniac é a história simples e poética da jornada erótica de uma mulher desde o seu nascimento até aos 50, contada pela personagem principal, a auto-diagnosticada ninfomaníaca Joe. Numa fria noite de Inverno, Seligman, um velho solteiro, encontra Joe espancada e semi-inconsciente num beco. Após a levar para o seu apartamento ele observa as feridas dela e tenta compreender como é que as coisas podem ter corrido tão mal. Ele ouve então a mulher enquanto ela lhe conta ao longo de 8 capítulos a rica e elaborada história da sua vida, cheia de associações e diversos acontecimentos conexos entre si” .

 

Numa entrevista ao jornal “The Guardian”, Charlotte Gainsbourg disse o seguinte acerca do filme: “Eu sei que ele (Trier) quer usar actores pornográficos, bem como duplos, tal como no “Anticristo”, de modo a serem eles a fazer determinados planos. Não sei até que ponto mas sei que eu tenho limites, tal como no “Anticristo”. Eu lembro-me que ele (Trier) me pediu para masturbar uma actor pornográfico e foi nesse momento que disse que não podia, portanto vamos ver onde estará o limite no próximo filme.”

 

Conhecendo o trabalho de Lars Von Trier só se pode dizer que este será um filme no mínimo curioso e que não deve fugir à já habitual polémica que os seus filmes têm tido. É esperar para ver.