O realizador mexicano Guillermo del Toro anunciou recentemente que o seu próximo projeto será uma versão animada, com recurso à técnica stop-motion, de “Pinóquio”, produzido pela Netflix.

“Estamos muito empolgados em expandir o nosso relacionamento com o Guillermo e sabemos que a sua visão profundamente tocante de dar vida a Pinóquio na Netflix será abraçada pelo público de todo o mundo”, acrescentou Melissa Cobb, vice-presidente de Kids and Family da Netflix.

“Pinóquio” será correalizado com Mark Gustafson (animador do filme “O Fantástico Senhor Raposo“) e será coescrito por Patrick McHale. A história de “Pinóquio” decorre em Itália durante a década de 1930.

Os bonecos do filme serão construídos por Mackinnon e Saunders (“A Noiva Cadáver“) e vão inspirar-se no design original de Gris Grimly para a personagem.

Segundo Guillermo del Toro: “Não houve nenhum tipo de arte na minha vida e na minha carreira que me tivesse influenciado tanto como a animação, e nunca tive uma ligação pessoal com nenhuma personagem na história como com Pinocchio. Na nossa história, Pinocchio é uma alma inocente com um pai desinteressado que se perde num mundo que não consegue compreender. Embarca numa aventura extraordinária que o faz perceber o pai e o mundo. Desde que me lembro que sempre quis fazer este filme. Depois da experiência incrível que tivemos com Os Caçadores de Trolls, estou muito grato que a talentosa equipa da Netflix me esteja a dar a oportunidade de uma vida para apresentar a minha versão desta marioneta que se torna num rapaz ao mundo inteiro.”

Este será o seu novo filme depois de ter vencido o Óscar de Melhor Realizador e de Melhor Filme em 2018 por “A Forma da Água”. Será também o seu primeiro filme de animação, que deverá iniciar produção ainda este ano.