Está fechado o programa da 5.ª edição do Porto/Post/Doc. A cerimónia de abertura está marcada para 24 de novembro, no Cinema Trindade, no Porto, pelas 21h45, com a exibição de “Kaiser: The Greatest Footballer Never to Play Football”, de Louis Myles. Uma história inacreditável de um jogador de futebol de topo que nunca chutou uma bola. A cerimónia de entrega de prémios fica entregue a Prince com “Sign O’ The Times” e a de encerramento a “Matangi/MAYA/M.I.A.”, de Steve Loveridge.

A Competição Internacional conta com quatorze filmes em estreia nacional, que inclui alguns realizadores já conhecidos como Sergei Loznitsa, com “Donbass”Robert Greene, com “Bisbee’17”, Emma Davie e Peter Mettler, com “Becoming Animal”.

O festival dedica ainda uma secção não-competitiva ao cinema português que inclui “Terra Franca”, de Leonor Teles, “Extinção”, de Salomé Lamas, “Sombra Luminosa”, de Mariana Caló e Francisco Queimadela, “Deux, Trois Fois Branco”, de Boris Nicot, e ainda On Remote Places”, de Rui Manuel Vieira, e O Laboratório”, do mesmo realizador em parceria com Fernando José Pereira.

No total são cerca de 130 filmes que vão ocupar o Teatro Municipal do Porto – Rivoli, o Cinema Passos Manuel, o Cinema Trindade e o Planetário do Porto – Centro Ciência Viva. A programação do Porto/Post/Doc integrará ainda três focos centrados na obra da dupla Reis/CordeiroMatías Piñeiro Chris Petit, um ciclo especial realizado em parceria com o DokuFest que visa a produção cinematográfica recente do Kosovo, um painel de conversas que, ao longo de três dias, explorará o tema Ficções do Real (Fórum do Real), sessões de cinema para famílias e concertos e festas especiais que prometem levar o cinema até à pista de dança.

Programação

Competição Internacional
Hamada, de Eloy Domínguez Serén
Obscuro Barroco, de Evangelia Kranioti
Bisbee’17, de Robert Greene
Hálito Azul, de Rodrigo Areias
Becoming Animal, de Emma Davie, Peter Mettler
Fausto, de Andrea Bussmann
Putin’s Witnesses, de Vitaly Mansky
A Family Tour, de Liang Ying
Donbass, de Sergei Loznitsa
Kamagasaki Cauldron War, de Leo Sato
Tremor – Es ist immer Krieg, de Annik Leroy
Closing Time, de Nicole Vögele
Central Airport THF, de Karim Aïnouz
Sobre Tudo Sobre Nada, de Dídio Pestana

Competição Cinema Novo
Ensaio, de Mariana Santana
Tabu, propriedade privada, de Maria Ganem
Vacas e Rainhas, de Laura Marques
Sempre Verei Cores No Seu Cinza, de Anabela Roque
Notes on Living, de Inês Pedrosa e Melo
John, de Rita Ornellas
No Ângulo das Ruas, de Inês Alves

Cinema Falado
Geni, de Luís Vieira Campos
Chico Fininho, de Sério Fernandes
Portugal Tem Lata, de João Trabulo, Rui Pregal da Cunha
A Volta Ao Mundo Quando Tinhas 30 Anos, de Aya Koretzky
Deux, Trois Fois Branco, de Boris Nicot
People’s Climate Case, de Linda Gehbauer
On Remote Places, de Rui Vieira
O Laboratório, de Fernando José Pereira, Rui Vieira
Terra Franca, de Leonor Teles
Judenrein, de Daniel Blaufuks
Levantados do Chão, de Daniel Blaufuks
Sombra Luminosa, de Francisco Queimadela, Mariana Caló
Extinção, de Salomé Lamas

Foco Matías Piñeiro
Hermia & Helena, de Matías Piñeiro, fic., EUA, Argentina, 2016, 87′
Il Monte delle Formiche, de Riccardo Palladino, doc., Itália, 2017, 63′
In the Museum, de Matías Piñeiro, doc., 2015, Argentina, 9′
La Princesa de Francia (The Princess of France), de Matías Piñeiro, fic., 2014, Argentina, 66′
Una Mujer Silenciosa (A Silent Woman), de Matías Piñeiro, fic., Argentina, 2002, 21′
Viola, de Matías Piñeiro, fic., Argentina, 63′

Foco Chris Petit
Asylum, de Christopher Petit, Iain Sinclair, exp., Reino Unido, 2000, 56′
Content, de Christopher Petit, doc., Reino Unido, 2010, 77′
Dead TV, de Christopher Petit, fic., Reino Unido, 1999, 11′
Falconer, de Christopher Petit, Iain Sinclair, doc., Reino Unido, 1998, 56′
Moving Pictures: J G Ballard, de Christopher Petit, doc., Reino Unido, 1991, 12′
Negative Space, de Christopher Petit, doc., Reino Unido, 2000, 39′
Radio On, de Christopher Petit, fic., Reino Unido, Alemanha Ocidental, 1979, 104′
Rudy Wurlitzer, de Christopher Petit, doc., Reino Unido, 1994, 15′
Surveillance, de Christopher Petit, doc., Reino Unido, 1993, 10′

Transmission
Ainda Tenho Um Sonho Ou Dois – A História Dos Pop Dell’Arte, de Nuno Duarte, Nuno Galopim, doc., Portugal, 54′, 2018
Escola do Rock, de Amadeu Pena Silva, doc., Portugal, 50′ , 2018
MATANGI / MAYA / M.I.A., de Steve Loveridge, doc., EUA, Reino Unido, Sri Lanka, 97′, 2018
Chico Fininho, de Sério Fernandes, fic., Portugal, 87′, 1982
O Espírito de Pucho Boedo, de Lois Patiño, doc., Espanha, 66′, 2018
PAUS Madeira, de Ernesto Bacalhau, doc., Portugal, 44′, 2018
Rudeboy: The Story Of Trojan Records, de Nicolas Jack Davies, doc., EUA, 81′, 2018
Ryuichi Sakamoto: Async at the Park Avenue Armory, de Stephen Nomura Schible, doc., EUA, Japão, 65′, 2018
Sign O’ The Times, de Prince, doc., EUA, 87′, 1987
The Velvet Underground Played At My High School, de Tony Jannelli, Robert Pietri, doc. EUA, 8′, 2018

Fonte: Porto/Post/Doc