Semana Disney – Anos 90 (Tiago Resende)

A Disney viveu um período de Glória nos anos 90.

 

Os Anos 90 foram a época de ouro da Disney. A Disney viveu anos de Glória! Estrearam 10 filmes, praticamente um filme por ano e t odos eles obtiveram enormes sucessos e são considerados clássicos. É inegável o talento da Disney na década de 90, filmes como “Aladino”“O Rei Leão” ou o “Tarzan” marcaram gerações e são tidos ainda hoje como os maiores clássicos de sempre da Walt Disney. Esta é, para mim, a década mais difícil de escolher o filme que mais me tenha marcado, porque todos eles marcaram-me e muito, toda a minha infância. Vi-os praticamente todos no cinema e repetidas vezes em VHS.

 

Como eu considero esta década a mais importante de todas da Disney, vou enunciar os dez filmes que estrearam entre 1990 a 1999:  “The Rescuers Down Under” (1990), “Beauty and the Beast” (1991), “Aladdin” (1992), “The Lion King” (1994), “Pocahontas” (1995), “The Hunchback of Notre Dame” (1996), “Hercules”(1997), “Mulan” (1998 ), “Tarzan” (1999) e “Fantasia 2000” (1999).

 

Ora, quem viu todos estes filmes, sabe que a escolha é bastante complicada. Mas, depois de muita reflexão, decidi escolher “O Rei Leão” como o melhor filme da década de 90. Provavelmente uma escolha previsível, pensarão vocês, mas a verdade é que este filme é uma obra prima do cinema de animação. É um filme absolutamente genial e belo. Penso que foi o primeiro filme da Disney a ir ver ao cinema, tinha quatro anos e fui com os meus avós. A partir de então, não larguei este filme e vi-o durante toda a minha infância em VHS.

 

Este foi a 32.º longa metragem de animação dos estúdios Disney e o primeiro a ser criado a partir de um argumento original. Cheio de acção, aventura, humor, romance, drama e alguma violência. A morte do rei Mufasa foi a primeira morte de uma personagem da Disney a ser assistida pelo público. “O Rei Leão” é um filme que passa muitas mensagens importantes, como a responsabilidade e passa uma filosofia de vida, que no fundo todos nós deveríamos ter um pouco, “Hakuna Matata” (sem preocupações), que significa “Carpe diem” (aproveite o momento). E quem nos ensina esta filosofia é um suricata (Timon) e um javali (Pumba). Que se tornam num dos pares mais cómicos de personagens da Disney, com direito a uma série só para eles, na televisão.

 

As músicas de Rei Leão são inesquecíveis. Este tem uma das melhores bandas sonoras de sempre, composta pelo grande Hans Zimmer e com muitos temas escritos e interpretados pelo senhor Elton John (“Can You Feel the Love Tonight”, “Circle of Life”, “I Just Can’t Wait to Be King”, “Be Prepared”, “Hakuna Matata”). A título de curiosidade, “O Rei Leão”foi a primeira longa metragem da Disney a ser dobrada em português de Portugal, pois os filmes anteriores eram comercializados na versão brasileira.

 

Há ainda o “Aladino”, “Mulan”, “Tarzan” “Hercules”, que são grandes filmes e é impossível não falar deles nos anos 90. No entanto, vou destacar um outro de que ainda não falei e que marcou muito a minha infância. Atribuo uma Menção Honrosa ao filme “A Bela e o Monstro”. Este é um dos mais belos filmes da Disney e com uma das melhores bandas sonoras de sempre, cenários muito bem desenhados e personagens inesquecíveis. Foi o primeiro filme animado a ser nomeado para o Óscar de Melhor Filme (1992). Em comemoração dos 20 anos do filme, “A Bela e o Monstro” vai ser relançado nos cinemas, em 2011, na versão Disney Digital 3-D.

 

Quero ainda avisar os nossos leitores de que a “Semana Disney” não termina hoje, como tínhamos dito no dia 26 de Dezembro, mas sim amanhã (3 de Janeiro). Amanhã vamos falar da década de 2000 e terminamos assim, esta“Semana Disney – 50 Clássicos”.