Terminou no passado domingo a 44.ª edição do Festival Internacional de Cinema de Toronto (TIFF), no Canadá, um dos mais importantes festivais de cinema da América do Norte, atribuindo o mais importante prémio do certame, o Prémio do Público, à comédia satírica Jojo Rabbit”, realizada pelo neozelandês Taika Waititi, tornando-se num forte candidato aos Óscares de 2020.

Embora com algumas críticas menos positivas, o realizador neozelandês acabou por levar para casa o principal prémio do festival. O filme acompanha a história de um rapaz judeu durante a Segunda Guerra Mundial e o seu amigo imaginário Hitler, interpretado pelo próprio realizador. Ainda nessa categoria, Marriage Story”, de Noah Baumbach ficou na segunda posição eParasitas”, de Bong Joon-ho fechou o pódio.

Nos restantes prémios atribuídos pelo público, o prémio People’s Choice Midnight Madness foi dado ao filme The Platform”, de Galder Gaztelu-Urrutia e o prémio People’s Choice Documentary a The Cave”, realizado por Feras Fayyad.

A presença portuguesa em Toronto foi marcada por filmes como Vitalina Varela”, de Pedro Costa, Sol Negro, de Maureen Fazendeiro, “A Mordida”, de Pedro Neves Marques eA Herdade”, o filme realizado por Tiago Guedes, que representará Portugal nos Óscares de 2020. O festival teve também a portuguesa Joana Vicente como directora executiva.

Este prémio do público é um forte barômetro para a corrida aos Óscares, sendo que filmes como “Quem Quer Ser Bilionário?”, “O Discurso do Rei”, “12 Anos Escravo”, “O Jogo da Imitação”, “La La Land” e “Três Cartazes à Beira da Estrada” que venceram este prémio, foram todos nomeados aos Óscares. Em quarenta e três edições, já foram cinco filmes que venceram o prémio de Melhor Filme em Toronto também venceram o Óscar de Melhor Filme.

Prémio do Público (Ficção)
Jojo Rabbit, de Taika Waititi
Prémio do Público (Ficção) – 2º lugar
Marriage Story, de Noah Baumbach
Prémio do Público (Ficção) – 3º lugar
Parasitas, de Bong Joon-ho
Prémio do Público (Documentário)
The Cave, de Feras Fayyad
Prémio do Público (Midnight Madness)
The Platform, de Galder Gaztelu-Urrutia

Prémios do Júri Internacional
Prémio Toronto Platform
Martin Eden, de Pietro Marcello
Prémio FIPRESCI (Federação Internacional de Críticos de Cinema) – DiscoveryProgramme
Murmur, de Heather Young
Prémio FIPRESCI – Special Presentations
How to Build a Girl, de Coky Giedroyc
Prémio NETPAC
1982, de Oualid Mouaness

Melhor Filme Canadiano
Antigone, de Sophie Deraspe
Melhor Primeiro Filme Canadiano
The Twentieth Century, de Matthew Rankin
Melhor Curta Canadiana
Delphine, de Chloé Robichaud
Melhor Curta Internacional
All Cats Are Grey in the Dark, de Lasse Linder