Decorreu ontem à noite no Rio de Janeiro a cerimónia do Grande Prémio de Cinema da Academia do Brasil. “Tropa de Elite 2” de José Padilha, para além de ter sido o recordista de bilheteira na história do cinema brasileiro, arrecadou nove prémios, tendo sido o grande vencedor da noite. O filme que estava nomeado para 16 categorias, recebeu os prémios mais importantes, como o de Melhor Longa-metragem de Ficção, Melhor Realização (José Padilha), Melhor Actor (Wagner Moura) e o de Melhor Argumento Original (Bráulio Mantovani e José Padilha).

 

Portugal tinha um filme em competição, “José e Pilar” de Miguel Gonçalves Mendes, que estava nomeado o prémio de Melhor Documentário, mas infelizmente não venceu nenhum prémio. “O Homem Que Engarrafava Nuvens”de Lírio Ferreira venceu na categoria de Melhor Longa-metragem Documentário, Melhor Montagem Documentário e Melhor Banda Sonora. “O Segredo dos Seus Olhos” de Juan José Campanella (vencedor do Óscar de Melhor Filmes Estrangeiro em 2010) venceu o prémio de Melhor Longa-metragem Estrangeiro.

 

Melhor Longa-metragem de Ficção

“Tropa de Elite 2” de José Padilha

Melhor Longa-metragem Documentário

“O Homem Que Engarrafava Nuvens” de Lírio Ferreira

Melhor Longa-Metragem Infantil

“Eu e Meu Guarda-Chuva” de Toni Vanzolini

Melhor Realização

José Padilha por “Tropa de Elite 2”

Melhor Atriz

Glória Pires, por “Lula, O Filho do Brasil”

Melhor Ator

Wagner Moura, por “Tropa de Elite 2”

Melhor Atriz Secundária

Cássia Kiss, por “Chico Xavier”

Melhor Ator Secundário

André Mattos por “Tropa de Elite 2” e Caio Blat por “As Melhores Coisas do Mundo”

Melhor Direção de Fotografia

Lula Carvalho por “Tropa de Elite 2” 

Melhor Direção de Arte

Adrian Cooper por “Quincas Berro D´Água”

Melhor Figurino

Kika Lopes por “Quincas Berro D´Água”

Melhor Maquilhagem

Rose Verçosa por “Chico Xavier”

Melhor Efeitos Visuais

Darren Bell, Geoff D. E. Scott e Renato Tilhe por “Nosso Lar”

Melhor Argumento Original

Bráulio Mantovani e José Padilha por “Tropa de Elite 2” 

Melhor Argumento Adaptado

Marcos Bernstein, AC por “Chico Xavier”

Melhor Montagem Ficção

Daniel Rezende por “Tropa de Elite 2”

Melhor Montagem Documentário

Raphael Alvarez, por “Dzi Croquettes”

Melhor Som

Alessandro Laroca, Armando Torres Jr. e Leandro Lima por “Tropa de Elite 2”

Melhor Banda Sonora

Guto Graça Mello por “O Homem Que Engarrafava Nuvens”

Melhor Banda Sonora Original

Jaques Morelenbaum por “Olhos Azuis”

Melhor Curta-Metragem Animação

“Tempestade” de Cesar Cabral

Melhor Curta-Metragem Documentário

“Geral” de Anna Azevedo

Melhor Curta-Metragem Ficção

“Recife Frio” de Kleber Mendonça Filho

Melhor Longa-Metragem Estrangeiro

“O Segredo dos Seus Olhos” de Juan José Campanella

Voto popular – Melhor longa-metragem estrangeiro

“A rede social” de David Fyncher

Voto popular – Melhor longa-metragem documentário

“Dzi croquetes” Tatiana Issa e Raphael Alvarez

Voto popular – Melhor longa-metragem nacional

“Tropa de elite 2” de José Padilha