Já é conhecida a Selecção Oficial que vai competir pelo Prémio LUX 2017atribuído pelo Parlamento Europeu durante a sessão solene, em Estrasburgo. Foi durante a 52ª edição do Festival de Karlovy Vary, que se ficaram a conhecer os dez filmes que vão competir nesta iniciativa, que comemora dez anos, e que abrange uma variedade imprevisível de géneros e tons de toda a Europa. O Prémio LUX é entregue anualmente pelo Parlamento Europeu para realçar a diversidade do cinema europeu e a sua importância na construção de valores sociais e culturais.

A lista desta 10ª edição é composta por filmes que estrearam em alguns dos mais importantes festivais de cinema do mundo: “The Other Side of Hope” de Aki Kaurismäki, “Summer 1993” de Carla Simón (Festival de Berlim); “King of the Belgians” de Peter Brosens, Jessica Woodworth, “Sámi Blood” de Amanda Kernell, “Heartstone” de Guðmundur Arnar Guðmundsson (Festival de Veneza); “Glory” de Kristina Grozeva,”The Last Family” de Jan P Matuszyński (Festival de Locarno); “A Ciambra” de Jonas Carpignano, “Beats Per Minute” de Robin Campillo, “Western” de Valeska Grisebach (Festival de Cannes).

Dos dez filmes, três vão ser selecionados e exibidos com legendas em todos os Estados-Membros da União Europeia durante os Dias de Cinema Lux, no outono. Os 3 melhores filmes vão ser anunciados no final de julho e o vencedor será conhecido a 15 de novembro, em Estrasburgo. O vencedor será exibido em todos os 28 países da União Européia no final ano. Em 2016 o vencedor do Prémio LUX foi “Toni Erdmann” da alemã Maren Ade.

Selecção Oficial
A Ciambra, de Jonas Carpignano (Itália/Brasil/EUA/França/Alemanha/Suécia)
BPM (Beats Per Minute), de Robin Campillo (França)
Glory, de Kristina Grozeva, Petar Valchanov (Bulgaria/Grécia)
Heartstone, de Guðmundur Arnar Guðmundsson (Islândia/Dinamarca)
King of the Belgians, de Peter Brosens, Jessica Woodworth (Bélgica/Holanda/Bulgaria)
Sámi Blood, de Amanda Kernell (Suécia/Dinamarca/Noruega)
Summer 1993, de Carla Simón (Espanha)
The Last Family, de Jan P Matuszyński (Polónia)
The Other Side of Hope, de Aki Kaurismäki (Finlândia/Alemanha)
Western, de Valeska Grisebach (Alemanha/Bulgaria/Austria)